Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Ficou na saudade

  –  Após 33 anos, Angeli deixará de fazer tiras
para o jornal Folha de São Paulo

Primeira (em 1983) e a última tirinha (8 de maio de , 2016)publicada por Angeli, no caderno Ilustrada, da Folha de São Paulo.
Primeira (em 1983) e a última tirinha (8 de maio de , 2016)publicada por Angeli, no caderno Ilustrada, da Folha de São Paulo.

O cartunista Angeli não vai mais fazer sua colaboração diária para o caderno Ilustrada, do jornal Folha de S. Paulo. Ele fez o anúncio ontem, na própria Folha.
Angeli vai se restringir a colaborar semanalmente com o Jornal onde desenvolveu sua carreira por mais de três décadas. (Folha S.Paulo)
Angeli vai se restringir a colaborar semanalmente com o Jornal onde desenvolveu sua carreira por mais de três décadas. (Folha S.Paulo)

O desenhista, que fará 60 anos em agosto, encerrou assim uma história de 33 anos de tiras diárias de quadrinhos para o jornal. O cartunista admitiu que está com depressão e deu a entender que, por isso, não consegue mais desenvolver ideias. A partir de agora, fará apenas as charges que já vinha fazendo, duas vezes por semana.
Na Folha, Angeli iniciou com as tiras em 1983. Nelas, desenvolveu personagens como a liberal Rê Bordosa, os Skrotinhos, Wood & Stock, o punk Bob Cuspe e a dupla Meiaoito e Nanico. Matou alguns deles no percurso.
Clique e leia a íntegra sobre a decisão do cartunista brasileiro


gl/folha.
 

Arquivos

Categorias

Meta