Bom exemplo

_marls1
O Movimento dos Artistas de Rua de Londrina, o MARL, ocupa culturalmente, poeticamente e pacificamente, desde o dia 27 de junho, o prédio público localizado na Duque de Caxias, avenida central londrinense, que estava abandonado há mais de dez anos. O prédio, que já foi sede da União Londrinense dos Estudantes Secundaristas, é parte importante da memória cultural da cidade, entre os anos 70 e 80 foi espaço de debate e mobilização das juventudes locais e foi sempre reconhecido pela potência cultural, na realização de shows, festivais, peças teatrais, exposições e múltiplas ações e encontros importantes, que marcaram a memória da cidade e influenciam até hoje o fazer cultural londrinense.


 
Clique aqui para dar sua contribuição ao MARL


 

A okupação do MARL trouxe nova energia para o prédio e recuperou a sua vocação. Desde os primeiros dias ocupado, o barracão já funciona como espaço de cultura plural e potente. São apresentações, oficinas, aulas públicas, ensaios e atividades diversas, trocas que ocupam todos os dias, de manha até à noite, o espaço do prédio. Contrastando com cor, som e natureza o cinza e as buzinas do centro da cidade.

Reunião do Movimento de Artistas de Rua de Londrina, no barracão ocupado. (Fotos: arquivo Marls)
Reunião do Movimento de Artistas de Rua de Londrina, no barracão ocupado. (Fotos: arquivo Marls)

Comemorando um mês de sua entrada no barracão, o MARL e os diversos coletivos culturais envolvidos na ação convidam para a realização coletiva da adequação do prédio para que funcione plenamente como espaço cultural da cidade. O espaço que é da Prefeitura, foi cedido para o MARL por meio de uma parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e a Vila Cultural ALMA Brasil. O objetivo é garantir que os diversos grupos culturais londrinenses possam ocupar o espaço de atividades e, também, como sua sede administrativa. Além, é claro, de torná-lo acessível e convidativo aos diferentes públicos da cidade de Londrina.
O projeto arquitetônico, desenvolvido com apoio da comunidade local e da Universidade Estadual de Londrina, atenta para a preservação do prédio, reconhecendo seu potencial de patrimônio histórico. A readequação inclui a revitalização estrutural e adaptação da segurança do espaço (que ainda segue moldes antigos), dedetização, readequação das estruturas hidráulica e elétrica, troca de portas e janelas, estruturação dos banheiros, piso, pintura e aquisição de móveis.
Marls: ocupar para preservar. (Foto Leonardo Neri)
Marls: ocupar para preservar.

Adequação que será financiada por essa campanha. É por meio do Benfeitoria que vamos somar contribuições e viabilizar o projeto. Tudo para que, até dezembro, o prédio esteja a todo o vapor como casa dos coletivos culturais da cidade, receba os encontros da Rede Brasileira de Teatro de Rua (RBTR) e Rede Paranaense de Teatro de Rua (RPTR) e seja novamente espaço de encontros, de incentivo à arte e de possibilidade, firme e forte, de transformação da realidade.
Lembramos que a campanha é tudo-ou-nada. Isso significa que só podemos acessar a quantia que você disponibilizou (aquela li, no cantinho direito da tela), quando a nossa meta mínima de 20 mil reais for atingida. É assim mesmo, se você contribuir, mas nós não conseguirmos os vinte mil, o dinheiro retorna pra você, mas o nosso projeto não acontece.
Mas é por acreditar no potencial transformador, já visível na okupação do MARL, por confiar na nossa rede, e contando com você que até o dia 25 de setembro receberemos, por meio do Benfeitoria, as contribuições que vão viabilizar a reforma e inauguração do Canto do MARL.
Espalhe essa notícia, contribua com a gente, e venha visitar a ocupação do MARL. Essa casa é nossa casa e aqui temos sempre largos sorrisos, braços abertos (e um bom cafezinho) para receber a todas e todos!
Nossos arco-e-flecha erguidos, caras pintadas nos morros, estandartes, tambores, amores, faremos do nosso tempo felicidade, da nossa existência sinceridade e do nosso encontro luta. Tomaremos a cidade. Pra nos mantermos juntos, pra começo de conversa.
Ocupa eu! Ocupa tu! Ocupa todo o mundo! Evoé!


 
 
Benfeitoria