Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

23 de abril, Dia Mundial do Livro e do Autor

Data homenageia Cervantes, Shgakespeare e Garcilaso de la Vega.

William Shakespeare, Miguel de Cervantes e Inca Garcilaso de la Vega (Imagens: Internet)

 

Participe das lutas pelo direito à leitura. Entre elas, abrace  as palavras
e assine o manifesto e “Defenda o Livro, diga não à tributação”. CLIQUE, AQUI.

Dois acontecimentos levaram a Unesco a declarar o 23 de abril o Dia Mundial do Livro. Nessa data, nasceu o escritor e dramaturgo William Shakespeare, em 1564. Ele morreu nesse mesmo dia, em 1616, assim como Miguel de Cervantes, quem inaugurou o romance moderno. São dois grandes nomes que representam as letras e o gênio criativo humano.

O dia 23 de abril também é data da morte do escritor mestiço Inca Garcilaso de la Vega, que viveu no Peru entre os séculos XVI e XVII. A data coincide ainda com o nascimento ou morte de outros autores famosos, como Maurice Druon, Haldor K. Laxness, Vladimir Nabokov, Josep Pla e Manuel Mejía Vallejo.

No Dia Mundial do Livro também é celebrado o dia dos Direitos de Autor. A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) criou a data do “Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor” para encorajar as pessoas, especialmente os jovens, a descobrirem não só os prazeres da leitura como também a reconhecerem a enorme contribuição dos autores de livros através dos séculos. (Fonte: fazhistória)


Mais celebração

Uma tradição catalã ligada ao Dia de São Jorge já existia no dia 23 de abril. Nesta data, o costume catalão é presentear e/ou trocar flores e livros no dia do santo padroeiro da Catalunha. Costume esse que se tornou comum também em outros países. A Unesco escolheu a data do Dia Mundial do Livro em 1995, em Paris, durante o XXVIII Congresso Geral.

 

Guatá / Fonte: Fazhistoria)

Arquivos

Categorias

Meta