A melhor professora que conheci

Uma crônica de Marco Aurélio Morel

(Uma história real)

Hoje tive o privilégio de conhecer a melhor professora que já conheci até hoje. Isso inclui os meus mestres e, também, meus colegas. O método de alfabetização dela é impressionante!
A professora mostrou-me uma assinatura feita com um letra tortuosa, sofrida, como se fosse de alguém que ainda busca a firmeza nos traços. Foi então que ela começou…Sabia que eu ensinei minha avó a ler? Pois é, fui eu!

_ Você? Como? Ela, então, iniciou seu lindo relato:

_ Logo que aprendi a ler, vi que minha avó tinha dificuldades com várias atividades por não saber ler. Foi então que eu comecei a mostrar para ela como ela poderia assinar o próprio nome. A minha avó é muito determinada!

_ Com certeza!

_ Daí, eu peguei e fiz ela ler um gibi! Eu lia para ela e ela repetia!! A gente repetiu tanto que ela riu dizendo que tinha aprendido a ler! A minha avó é muito determinada!

_ Continua…

_ Daí, eu peguei o gibi e ia vendo as palavras que ela usava no dia a dia dela, e essas ela gostou! Daí, ela leu o gibi inteiro! A minha avó é muito determinada! Daí eu dei aquele livro, acho que é “Flor na janela” – eu sempre esqueço o nome – e a gente leu ele inteirinho não sei quantas vezes! A mulher da biblioteca perguntou porque eu pegava tanto, mas eu não quis falar… Fiquei com medo de ela não deixar eu pegar de novo… é que não era pra aluno, sabe?!

_ Sei…

_ Então, daí ela lia o livro até eu dormir!! Eu repeti muitas vezes isso, daí ela me mostrou que lia e resolvia minhas provas de português! Ela tem dificuldade, diz que dá dor de cabeça, mas ela continua! A minha avó é muito determinada!

_ Contin…

_ Então, daí eu comecei a fazer ela escrever palavras e falei que não tinha problema que a letra dela era feia, mas tinha que dá pra entender! Ela fez um monte! Ela encheu um caderno! A minha avó é muito determinada! Daí ela me contou que já sabia ler os ônibus, no mercado, na capa do livro de uma menina… Depois ela me contou que ela já sabia ler, mas como eu dormia, ela gostava de ler pra mim dormir! Ela disse que via muito isso na tv! Ela disse que ela sempre sonhou em poder ler para alguém dormir e, já que não conseguiu com os filhos, que fosse comigo mesmo!

_ é…

_ Eu amo muito minha avó!! Às vezes ela não deixa eu fazer as coisas e eu fico brava, mas eu sei que ela gosta de mim!! E eu também amo muito ela!! Ela é mais que minha mãe pra mim! Ela e meu vô! Por isso que eu gosto de ensinar!! Agora eu quero ver se ensino ele a ler, porque ele precisa pra ganhar melhor! Ele merece!

A professora é uma aluna do 7ºano, e foi considerada “limitada” por “entendidos” como eu! A professora me deu uma baita aula e disse que agora vai aprender a interpretar melhor para ensinar a “vó e o vô”! Alguém duvida?

Ela é limitada? Limitado sou eu…

P.S.: essa é uma história real, de 2013… gostaria de saber como está a minha professora hoje… e mesmo depois de tanto tempo, ela continua sendo a melhor.

_________________________
Marco Aurélio Morel é professor de rede pública estadual de educação. Atua em Foz do Iguaçu, Pr. Texto publicado na revista Escrita 53