A poesia, a palavra e a ação

  –  Brecht, para professores (trans) formadores  –

“Nossos inimigos dizem:
Mesmo que ainda se conheça a verdade
Ela não pode mais ser divulgada.
Mas nós a divulgamos.
É a véspera da batalha.
É a preparação de nossos quadros.
É o estudo do plano de luta.
É o dia antes da queda
De nossos inimigos.”
(Bertolt Brecht)

A poesia política Bertolt Brecht (1898-1956) dividiu o espaço de debate constituído pelo curso de formação de educadores, nesta sexta-feira (27), na Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana). Durante o encontro, a Associação Guatá apresentou a exposição “Brecht”, coletânea de fragmentos da obra do poeta e dramaturgo alemão.
Os poemas em formato ampliado ajudaram a compor o momento de reflexão, estudo e preparação de professores, pedagogos e estudantes que participaram do “Curso de Formação de (Trans) Formadores”, projeto de extensão da Unila, orientado pela professora Roberta Traspadini, e em conjunto com o Sinprefi. A formação teve a mediação de Cris Sabino e Roberta Traspadini, com base no livro: “Trabalho de Base – seleção de roteiros organizados pelos Cepis”, de Ranulfo Peloso.
Além da exposição, a Guatá instalou a banca de distribuição gratuita de publicações, folhetos, volantes, adesivos e de exemplares da Revista Escrita. O material integra o programa Tirando de Letra, iniciativa cultural levada a espaços públicos, encontros, feiras, praças escolas e universidades.
__________________________________
Guatá/Paulo Bogler

Arquivos

Categorias

Meta