Ainda dá tempo

Universidades públicas da região ofertam mais de 1.700 vagas pelo Enem; prazo para solicitar isenção termina nesta quarta (10)

Enem é a porta de ingresso para estudar na UNILA, Unioeste, IFPR e UTFPR, além de garantir a permanência em universidades particulares por meio de programas federais de financiamento

Estudantes de escola pública ou bolsistas da rede privada têm até amanhã (10) para solicitar a isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para solicitar o direito de não pagar os R$ 85 de taxa, é necessário fazer a inscrição na página do Enem 2019: https://enem.inep.gov.br/participante/ .

Em Foz do Iguaçu e Medianeira, as universidades públicas ofertam, anualmente, mais de 1.700 vagas para os candidatos que prestaram a prova.

Um dos principais meios de ingressar em uma instituição de ensino superior pública é por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que utiliza a nota do Enem como forma de seleção. O Sisu é a única forma de ingresso na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), que oferta anualmente 708 vagas em 29 cursos de graduação. A Universidade Federal Tecnológica do Paraná (UTFPR) também oferta 100% de suas vagas em cursos de graduação e tecnólogos pelo SiSU. No câmpus Medianeira, são 736 vagas com dois ingressos anuais.

Outras instituições públicas da região reservam uma porcentagem de vagas pelo Sisu. Em Foz do Iguaçu, a Unioeste disponibiliza 244 vagas em 13 cursos de graduação e o Instituto Federal do Paraná oferta 16 vagas em quatro cursos.

Além de viabilizar o ingresso em instituições públicas, o Enem garante a permanência de estudantes em universidades particulares. Ter feito o Enem é obrigatório para solicitar subsídio do Programa de Financiamento Estudantil (Fies) e as bolsas integrais e parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni).

.
Como solicitar a isenção

Têm direito à isenção alunos que em 2019 estejam cursando a última série do ensino médio em escola da rede pública; pessoas que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e que tenham renda familiar igual ou menor a um salário mínimo e meio por pessoa. Também podem participar pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica que tenham Número de Identificação Social (NIS), único e válido. Nesse caso, é preciso ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

A solicitação de isenção é feita na página do participante do Enem https://enem.inep.gov.br/participante/. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a lista dos isentos será divulgada no próximo dia 17. Mesmo com a isenção, é preciso fazer a inscrição, de 6 a 17 de maio.

_____________________________
Paulo Bogler / H2Foz

Arquivos

Categorias

Meta