Ando em Teorias

  –  Um poema de Andrea Palmar de Almeida  –

 

Submergi até as profundezas do pensamento puro
E emergi revendo a vida em sequências dos fatos
Os atos e suas consequências
As confluências de pessoas e a veia que une esse encontro

A arte e a ciência expondo suas crédulas teorias
E, nada, estou aqui.

Penso + ando

No hoje e no agora,
que já é composto na memória.

O que é tácito e o real?
O que é o óbvio e o imaginário?
Ando pensando, há muitas teorias…

Estou vivendo o momento

___________________________________
Andrea Palmar de Oliveira, argentina criada no Brasil, é empresária em Assunção, PY.
O poema foi publicado originalmente na revista Escrita 48

Arquivos

Categorias

Meta