Aos nossos olhos

  –  Charge sobre drama de refugiados vence
o Grande Prêmio do 43º Salão Internacional de Humor  –  

A charge vencedora da edição 2016 do Salão Internacional de Humor de Piracicaba
A charge vencedora da edição 2016 do Salão Internacional de Humor de Piracicaba

A charge do cartunista iraniano Alireza Pakdel é a vencedora do Grande Prêmio Troféu Zélio de Ouro, o prêmio máximo do 43º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Pakdel retratou em seu trabalho o drama dos refugiados que deixaram o Oriente Médio em direção à Europa e não chegaram ao seu destino.  O 43º Salão Internacional de Humor é realizado pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural e CEDHU (Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação do Humor Gráfico de Piracicaba).
Os vencedores nas categorias principais foram Ronaldo Cunha Dias, do Brasil (Cartum); Nasrin Abdosheykhi, do Irã (Caricatura), e Mohamad Ali Khoshkam, do Uzbequistão (Tira/HQ). Nos temáticos, Rafael Corrêa, do Brasil, venceu o Prêmio Águas do Mirante; Shankar Pamarthy, da India, o Prêmio Câmara de Vereadores; Norbert Van Yperzeele, da Bélgica (Prêmio Mobilidade), e Darko Drljevic, de Montenegro (Prêmio Saúde Unimed). O prêmio Alceu Marozzi Righeto ainda será escolhido por júri popular.
Pakdel, que acumulou os prêmios de melhor charge e o Grande Prêmio, receberá R$ 15 mil. Os demais vencedores ganham R$ 5.000.
As menções honrosas em Charge foram para Synnove Hilkner (Brasil) e João Bosco Jacó de Azevedo (Brasil); em Cartum, para Mauricio Parra (Colômbia) e Angel Boligán (México); em Caricatura, as menções foram para Pablo Lopez (Uruguai) e Angel Boligán (México), e em Tiras/HQ para Silvano Mello (Brasil) e Carlos Eduardo Duarte da Silva (Brasil) levaram as menções honrosas. NoMobilidade, receberam menções honrosas Mojtaba Heidar Panah (Irã), Elena Ospina (Colômbia) e Evandro Alves (Brasil); no Saúde Unimed, a menção foi para Toso Borkovic (Sérvia).
Confira todos os selecionados e premiados em nossa página no Facebook: http://www.facebook.com/salaodehumor.piracicaba
Cartaz de divulgação do Salão de Humor de Piracicaba - 2106.
Cartaz de divulgação do Salão de Humor de Piracicaba – 2106.

Nesta edição, estão expostos 426 trabalhos na mostra principal, selecionados entre os 2.773 inscritos por 494 artistas de 57 países. Dos selecionados, 157 são cartuns, 93 caricaturas, 56 charges, 55 tiras/histórias em quadrinhos, além de 45 trabalhos com a temática Mobilidade e 20 correspondentes à categoria Saúde Unimed. Além da mostra principal, o Salão tem em sua programação mais de 40 atrações gratuitas, entre exposições paralelas, publicações, oficinas, workshops e seminários, que podem ser conferidos no site oficial.
O júri de seleção, que escolheu os trabalhos nos dias 30 e 31/07, foi formado por Leda Pasta (jornalista da Rede Globo – São Paulo/SP); Rogério Vilela (desenhista de quadrinhos, editor e fundador da Fábrica de Quadrinhos – São Paulo/SP); Érico San Juan (artista gráfico e desenhista de quadrinhos – Piracicaba/SP); Marina Toledo (arte-educadora e coordenadora do setor educativo do Museu da Língua Portuguesa – São Paulo/SP); Sander Carvalho (publicitário, ilustrador e chargista – Americana/SP); José Maurício Conrado da Silva (professor da área de comunicação da Universidade Mackenzie – São Paulo/SP); e Luli Penna (ilustradora e designer gráfica – São Paulo/SP).
HISTÓRIA – O Salão Internacional de Humor de Piracicaba surgiu em 1974, durante a ditadura militar, como iniciativa de um grupo de jornalistas, artistas e intelectuais atuantes no cenário político. A partir do sucesso das primeiras edições e do apoio da turma do jornal carioca O Pasquim, importantes cartunistas brasileiros contribuíram para a transformação do Salão em um dos mais conhecidos encontros do humor gráfico no Brasil e no exterior; é, ainda, um dos concursos mais antigos do gênero.
Site oficial: www.salaointernacionaldehumor.com.br. Visitação até 12 de outubro.


Assessoria