"Apagar-me"

  –  Um poema de Paulo Leminski.
“Entardecer”, fotografia de Fernanda Regina da Cunha  –

fernanda ana por do sol

Apagar-me

 diluir-me
desmanchar-me
até que depois
de mim
de nós
de tudo
não reste mais
que o charme.


Paulo Leminski, escritor e poeta brasileiro (1944-1989).
Fernanda Regina da Cunha é jornalista na cidade do Rio de Janeiro, RJ

Arquivos

Categorias

Meta