Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Augusto de Campos faz 90 anos, e homenagens podem ser vistas online

Itaú Cultural, Casa das Rosas e Casa Guilherme de Almeida celebram aniversário do poeta com programação especial. A Luciana Brito Galeria inaugura um espaço virtual em homenagem aos 90 anos do artista-poeta Augusto de Campos.
Postagens de Augusto de Campos em conta no Instagram (Captura de Tela)

 

O poeta, tradutor, crítico literário e musical e um dos criadores do movimento da poesia concreta Augusto de Campos completa neste 14 de fevereiro, 90 anos. Campos, que tem utilizado sua conta no Instagram para postar produções antigas e inéditas sobre sua carreira, ganhar algumas homenagens que podem ser conferidas online.

Itaú Cultural

Augusto de Campos completa 90 anos. Dos quais, mais de 70 dedicada a experimentação poética

O site do Itaú Cultural, por exemplo, celebra a vida e a obra desse paulistano com o texto de Arnaldo Antunes e a reprodução de trecho do programa “Galáxias Haroldo” (2003), da TV Cultura, em que ele apresenta a leitura do Poema de Galáxias, na voz de Augusto. Em 2011, seu irmão, Haroldo de Campos, foi homenageado no projeto em mais uma Ocupação do Itaú Cultural, disponibilizada em https://www.itaucultural.org.br/ocupacao/Haroldo-de-Campos/

Campos publicou sua obra de estreia, “O Rei Menos o Reino”, há 70 anos, em 1951. Hoje vê suas criações tomando forma em vídeos nas redes sociais. Em 2018, o poeta abriu uma conta no Instagram (@poetamenos), onde faz experimentos com textos – antigos e inéditos – e novos suportes, em uma relação livre ou em uma mescla de recursos, sempre tão presente em sua criação artística. A Enciclopédia Itaú Cultural também contém um verbete sobre ele em
http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa2884/augusto-de-campos.

Casa das Rosas

Os museus Casa das Rosas e Casa Guilherme de Almeida, equipamentos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e gerenciados pela Poiesis, são outros equipamentos a celebrar os 90 anos de Augusto de Campos. Neste domingo, às 19h, acontecerá o show “Pouco, mas muito”, de Cid Campos. Montado especialmente por ocasião do aniversário de 90 anos do poeta Augusto de Campos, nele, Cid selecionou músicas por ele compostas para poemas e traduções de Augusto, que estão gravadas em seus CDs “Poesia é Risco”(1995), “No Lago do Olho”(2001), “Fala da Palavra”(2004), “Crianças Crionças”(2009), “Nem” (2013), “Emily” (2017) e nos singles “TRANSBLUES 1 – Amor em Vão”(2020) e “TRANSBLUES 2 – Viajante dos Céus” (2020).

Com arranjos acústicos adaptados para violão e voz, percorre, assim, alguns dos principais momentos de mais de 30 anos de parceria com o poeta. O show poderá ser assistido pelo canal da Casa das Rosas no YouTube.

 

Exposição virtual “Augusto de Campos, 90 anos”

A Luciana Brito Galeria inaugura um espaço virtual exclusivo para homenagear o artista-poeta, reunindo conteúdo especial com suas obras mais recentes, trabalhos históricos, além de textos e entrevista exclusiva com ele. O objetivo é relembrar sua trajetória e representatividade para a memória cultural brasileira, oferecendo ao público uma programação com constantes atualizações.

A nova página do site também irá acompanhar a programação da Biblioteca Mário de Andrade, que planeja até o final do ano diversos eventos em homenagem a Augusto de Campos. Além da instalação “Cidade City Cité”, que já pode ser vista pelo público na fachada da instituição, a biblioteca inaugura a programação com a mostra “Transletras”. Com curadoria de Daniel Rangel e produção da N+1 Arte Cultura, a exposição reúne um conjunto de obras históricas em letraset (letras adesivas transferíveis), resgatando uma fase importante no trabalho do artista, que representa a transição da sua produção analógica para a digital.

Para acessar a homenagem da Luciana Brito Galeria, aqui: http://augustodecampos90anos.com/

 

Tem mais programação

Uma das características mais marcantes da obra de Augusto de Campos é sua constante experimentação de novas formas poéticas que frequentemente se voltam para a exploração de recursos expressivos proporcionados por novas mídias. Esta experimentação fez com que, diversas vezes, sua criação poética assumisse um caráter antecipatório. André Vallias, também um importante poeta voltado à experimentação em novos meios, faz um passeio pela trajetória de Augusto sob o viés da tecnologia: máquina de escrever, mainframe, pc, holografia, internet e redes sociais na palestra Augusto de Campos: da cibernética ao ciberespaço. A atividade será realizada em videoconferência, por meio da plataforma Zoom, no dia 25 de fevereiro, das 19h às 21h.

Das páginas O Tempo e Galeria Luciana Brito

Arquivos

Categorias

Meta