Buscando a mi Gente

– Venezuelanas viajam pelo continente com kombi e canções. Esta semana estiveram em Foz –

Cori Malvestuto: “Queremos conhecer os moradores da região e retribuir a hospitalidade que recebemos do povo brasileiro.”

Na segunda-feira passada, 9 de abril, o Marco das Três Fronteiras foi palco de uma apresentação musical internacional. De forma intimista, a cantora venezuelana Yda Cori Malvestuto, apresentou um repertório autoral interessante. Depois, os presentes foram convidados a trocar ideias com ela e a documentarista Verónica Otero.
A apresentação musical no Marco das Três Fronteiras constituiu a última exibição das artistas venezuelanas no Brasil. Na verdade, a fronteira trinacional faz parte de uma expedição, o “Buscando a mi Gente”, que as duas estão fazendo pela América do Sul. Para Cori Malvestuto, realizar a intervenção cultural naquele atrativo iguaçuense, ponto de encontro de nações e povos, era importante. “Estamos muito felizes pelo trabalho que estamos realizando. Já percorremos todas as regiões do Brasil. Queremos conhecer os moradores da região e retribuir a hospitalidade que recebemos do povo brasileiro.”


Projeto –
“Buscando a mi Gente” é uma expedição de duas viajantes, a bordo de uma Kombi azul, apelidada de Vela Blue, que já percorreram mais de dez mil quilômetros pelo Brasil e seguem, nos próximos dias, para o Paraguai, Uruguai, Argentina, Chile, Bolívia, Peru, Equador e Colômbia.
Em todas as paradas são organizadas exibições de filmes e apresentações musicais. Das conversas com moradores, a dupla registra as observações das pessoas. Os registros se somam a centenas de fotografias e vídeos já realizados. Ao final da expedição, a equipe produzirá um documentário e um livro, com destaque para as histórias das pessoas do continente. Saiba mais da expedição, clicando aqui.
____________________________________
Crédito de imagens e vídeo: Buscando Mi Gente
 

Arquivos

Categorias

Meta