Capital e território

Geógrafo lançou livro sobre crise e uso do território

Doutor em Geografia, pesquisador e docente da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), o professor Zeno Crocetti lançou em Foz do Iguaçu o seu livro “A crise do capital e o uso do território”, ontem (18), na sede do Sindicato dos Servidores Municipais (Sismufi).

“A crise do capital e o uso do território” é uma publicação de 2019, da editora Letra das Artes, de Curitiba (PR). Sobre o livro, Caibar Magalhães Júnior apresenta a seguinte sinopse:

O presente livro reúne uma coletânea de artigos, uma pergunta do texto me chamou muito a atenção: “como os geógrafos contribuem para interpretar as estruturas do território e suas dinâmicas?” O próprio texto insinua uma resposta, numa alusão a Milton Santos: ‘Se a grande mídia contribui para o desaprendizado da informação, […] acordamos a cada dia ignorantes das descobertas da véspera!’. Quanto menos se sabe, mais se é manipulado, assim responde antiteticamente o texto.

Zeno Crocetti é professor universitário e pesquisador no campo da Geografia (Foto: Divulgação )

Crocetti nos alerta para o fato de que não se pode pensar esses elementos de forma isolada. A tecnologia, por exemplo, transforma a economia (mas também é produto dela), e não há como escapar da ideia de que essa mesma tecnologia transforma o modo como pensamos e usamos o território, como pensamos o mundo, suas fronteiras, nosso tempo, a ecologia, o espaço ou, para usar os termos de um dos textos, “o espaço geográfico é concebido como um cimento de objetos mediados pela práxis social”.

Temos em mãos uma coletânea que se interliga em seus diversos temas e que nos informa e nos atualiza, sim, mas que também nos incomoda, nos inquieta e certamente é um bom ponto de partida para uma reflexão bem fundamentada para quem acredita que é possível mudar o mundo para melhor.

_________________________
Fonte: H2Foz
/ Paulo Bogler