Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Ciclo Sonoro

  –  Sexta, dia 8, projeto da Unila retoma atividades
com apresentação da pianista Mirta Herrera  –

ciclo sonoro(1)A pianista argentina Mirta Herrera realiza recital nesta sexta-feira (8), às 20h, na sala 111 do Jardim Universitário (Avenida Tarquínio Joslin dos Santos, nº 1000), com apresentação de obras de Bach, Schubert, Piazzolla e Ginastera. O evento marca o retorno das atividades do Ciclo Sonoro – projeto de extensão que visa contribuir com o cenário musical da região onde situa-se a UNILA, por meio da realização de recitais, oficinas, masterclasses, workshops e demais atividades relacionadas à música popular e de concerto.
“As atividades manterão a proposta dos anos anteriores, com convidados da região e de outros lugares. Também será mantida a intenção de equilibrar os eventos que contemplem o foco em música erudita e música popular. Uma vez que Foz do Iguaçu é uma região carente de atividades musicais, observa-se a necessidade de iniciativas desse tipo serem mantidas”, contextualiza Alexandre Aguiar Lopes, coordenador do projeto e professor de Música da UNILA. Ele pontua que, para este ano, a ideia é manter atividades mensais em locais diferentes da região. “O plano é analisar outras possíveis locações que sejam interessantes para manter o diálogo com a comunidade”, coloca.
Mirta Herrera – Nascida em Buenos Aires, Herrera estudou piano no Conservatório Nacional da sua cidade. Vencedora do Prêmio Vincenzo Scaramuzza, prosseguiu seus estudos em Roma, na Accademia Nazionale di Santa Cecilia, com Carlo Zecchi; e no Centro Internazionale di Studi Musicali, com Fausto Zadra. Frequentou as aulas de Gunter Ludwig, na Musikhochschule de Colônia, onde diplomou-se com distinção. Também obteve a Licence de concert do Conservatório de Lausanne (Suiça), onde trabalhou durante alguns anos. Atualmente, mora em Roma, é docente e ministra aulas de performance pianística por toda a Europa, América do Sul e do Norte.
A pianista esteve em diversas cidades do Brasil, com apresentação da obra completa do “Cravo bem temperado”, de J. S. Bach; de seminário sobre a forma sonata; além de recitais de música de compositores argentinos. Junto ao violoncelista Márcio Carneiro e ao violinista Goetz Hartmann, Herrera é professora de piano e música de câmara nas Semanas de Música de Câmara, na Fundaçāo de Educaçāo Artística de Belo Horizonte. Além de recitais como solista, dedica-se à musica de câmara em diferentes formaçōes e é frequentemente convidada a participar em bancas de concursos internacionais. Ela também tem se apresentado por toda a Europa, América do Sul, América do Norte, Ásia e África.


Assessoria Unila
 

Arquivos

Categorias

Meta