Cinema de classe

 –  Coletivo feminista promove debate sobre filme que retrata a opressão e a exploração econômica a partir da ótica das mulheres  –


.
O assédio e a violência contra a mulher serão tema do cine debate que o Coletivo Ana Montenegro realiza no Sudacas Bar, a partir das 19 horas. O filme escolhido para ser discutido é “Terra Fria”, dirigido e roteirizado pela neo-zelandesa Niki Caro. A entrada e a discussão é franca e aberta ao público em geral. Este será o primeiro encontro cultural coordenado pelo grupo que se organiza a partir dos ideais daquele Coletivo Feminista Classista.
.
O filme “Terra fria” é um drama de 2005, baseado numa história real publicado no livro “Ação de classe: a história de Lois Jensen e o caso que mudou a Lei do Assédio Sexual”, de Clara Bingham e Laura Leedy Gansler. O livro conta a história de Lois Jensen, que decidiu processar a mineradora Eveleth Taconite. Depois do esforço para convencer outras mulheres que trabalhavam na empresa a aderirem à ação coletiva, em 1998, uma década depois do ocorrido, a empresa teve que pagar às trabalhadoras uma indenização de US$ 3,5 milhões.

 

.
Sinopse –
O longa metragem, baseado em uma história real, lançado em 2006, narra o drama de Josey Aimes – personagem vivida pela atriz sul-africana Charlize Theron. Também fazem parte do elenco Sissy Spaceck, Woody Harrelson, Sean Bean, Richard Jenkis, Frances Mc Dormand, Jeremy Renner, Elle Peterson e Michelle Monaghan.
.
Josey é uma mulher que retorna à sua cidade natal, depois de abandonar o marido que a espancava, para procurar emprego e sustentar seus dois filhos. Mãe solteira, ela é contratada pela principal geradora de empregos da região: as minas de ferro. Lá, ela sofre com provocações e xingamentos dos homens da mina contra as poucas mulheres que trabalham no local. Como ao reclamar do tratamento recebido é ignorada, ela decide levar o caso à Justiça. Foi a primeira ação coletiva por assédio sexual dos Estados Unidos, um marco histórico que influenciou outros processos judiciais e lutas feministas no país e no mundo.
.
Música –
 A partir das 22 horas, após a sessão do Coletivo Ana Montenegro, , acontecerá a apresentação do “Ukelina”, banda que transita por uma música muito peculiar. Algo que pode-se localizar como “rock-blues acústico latino-americano”.
.
Serviço:
Cinedebate – “Terra Fria”
Data: 12 de maio, Sábado. Horário: 19h
Entrada gratuita (A PIPOCA É POR CONTA DOS ORGANIZADORES!)
Apresentação do Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro

_________________________________
Guatá/com assessoria

Arquivos

Categorias

Meta