Com todos os sentidos

  –  Projeto incentiva a leitura na Feira do Bosque Guarani.
No dia 5, nossa banca esteve repleta de histórias para se sentir. Poesia, simplesmente.


Entre uma barraca e outra, junto aos trabalhos manuais ou perto dos pastéis fritos na hora, surgem textos literários pendurados em varais, exposições e livros misturados a poemas aromatizados com plantas naturais. É mais uma edição do programa Tirando de Letra, inciativa da associação Guatá, em parceria com a Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, para popularizar a leitura, a literatura e a escrita, realizada durante a Feira Livre do Bosque Guarani.
Às sextas-feiras, feirantes, expositores e visitantes dispõem gratuitamente do acervo de materiais e das atividades culturais promovidas pela Guatá. Os volantes e edições em formato acessível são distribuídos gratuitamente entre o público. A banca abrange livros, revistas e quadrinhos, impressos e adesivos de fragmentos literários, exposições, minioficinas e objetos lúdicos, como a geladeira estilizada que conserva boas leituras e ideias.

feira-100
Iago, 5 anos, experimenta desenhar com as cores do Bosque Guarani. (Foto: Paulo Bogler)

No dia 5, última sexta, a ação promoveu minioficinas de confecção de pequenos brinquedos com dobraduras e restos de papel e de fanzine, dirigida para o público infantil, reunindo filhos de trabalhadores e de visitantes da Feira do Bosque, com idade entre cinco e onze anos. A atividade é acompanhada por mediadoras de leitura, que também são responsáveis por dinâmicas e interações com o púbico.
A dona de casa Aline Camargo visitou a banca de leitura e literatura da associação Guatá e acompanhou seu filho Iago, de 5 anos, durante a minioficina de confecção de brinquedos. “Não esperava encontrar essa atividade na feira. Amei a ideia. Meu filho ficou encantando e achei a monitora muito atenciosa”, expõe. “Estou sempre procurando atividades interativas para o Iago, que despertem a sua criatividade”, destacou.
aurea-_8-entrevistado
Gabriel: “Projeto importante para possibilitar o acesso à cultura” (Fotos: Áurea Cunha)

Portas abertas para a leitura
Estudante de cursinho, Gabriel Dellazen Farias, de 20 anos de idade, prepara-se para o vestibular e para o Enem. Farias conferiu os materiais literários na banca da Guatá, na Feira do Bosque Guarani. “Achei este trabalho muito interessante. Muitas pessoas não têm acesso à cultura no dia a dia”, ressaltou. “Aqui, a leitura, a literatura e a poesia estão tão disponíveis. O projeto é uma porta aberta que convida a entrar”, frisou o estudante.
A agente de leitura da associação Guatá, Kariny Wermouth, destaca que a feira livre é um espaço de vivência e convivência entre as pessoas. “A feira é um espaço social e cultural. A ideia do programa é fomentar as trocas de impressões sobre o mundo, a partir da realidade e da perspectiva cultural de cada pessoa”, reflete. “Buscamos retirar qualquer caráter solene da literatura, torná-la acessível e oferta-la em materiais simples e de fácil leitura”, resume.
Acervo – Além das oficinas e do acervo de livros, quadrinhos e revistas, a associação Guatá compartilhou com os visitantes da Feira do Bosque Guarani folhetins de vários autores como Augusto Boal, Paulo Leminski, Sergio Vaz, Alice Ruiz, Carlos Luz e Mano Zeu. Também aconteceram jogos e brincadeiras voltadas para a escrita, utilizando recursos como poesia, quebra-cabeça poético e caixa criativa de histórias.
aurea-_25Sobre o projeto – Tirando de Letra é um programa permanente da associação Guatá, com o objetivo de incentivar o gosto e o hábito pela leitura e a produção de textos. Com o apoio da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, até dezembro deste ano o projeto realizará 15 intervenções em feiras livres e eventos culturais para a comunidade. Realizado desde 2005, Tirando de Letra foi reconhecido pelo Ministério da Cultura como Ponto de Mídia Livre (2011) e como Ponto de Cultura, selecionado em edital para a realização do projeto de 2013 a 2015. No primeiro semestre, atuou no Terminal de Transportes Urbanos e em escolas da cidade.
Tirando de Letra na Feirinha do Bosque Guarani
Data: todas as sextas-feiras, das 16 às 22 horas
Local: Zoológico Bosque Guarani (próximo ao Terminal de Ônibus – TTU)
Entrada gratuita
Visite-nos: www.guata.com.br


Texto: Paulo Bogler Fotos: Áurea Cunha, Paulo Bogler

Arquivos

Categorias

Meta