De passagem

  –  Um comentário de Letícia Scheidt  –  

depassagemEstou no restaurante quando entra uma artista de rua estrangeira e pede pra usar o banheiro. Imagino sua trajetória e com ela a imensidão de experiências pautadas na liberdade de permitir-se viver seus sonhos.
Assim que ela vai embora, a dona do restaurante interrompe meus devaneios e me diz: eu tenho uma pena dessa gente!
Me dei conta da discrepância entre as nossas avaliações e consegui apenas dizer: talvez ela seja muito feliz; não sabemos.
Na verdade não sabemos nada sobre ela e tudo que conseguimos foi projetar nossos próprios anseios medos e idealizações, cada uma com seus próprios valores. E a artista nos convidou rapidamente a mergulhar em nós mesmas e conhecer mais desses nossos universos íntimos.


Letícia Scheidt atualmente vive e é em Foz do Iguaçu, Pr.