Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Dia Mundial do Livro terá mobilização nacional contra proposta de taxação dos livros

23 de abril é um dia muito importante para a área do livro e da leitura, pois é quando comemoramos o Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor. Por isso, a data foi escolhida pelo “povo do livro” para uma mobilização de 24 horas de leitura nas redes sociais.
Viradão da Leitura propõe 24 horas de leitura nas redes sociais. – Arte de Mariana Massarani

O objetivo é mostrar que nós, brasileiros de diferentes regiões e classes sociais, lemos e precisamos de mais investimentos do poder público para a área. Trata-se de uma mobilização nacional, um posicionamento da sociedade civil contra a proposta de reforma tributária do ministro Paulo Guedes, que prevê uma alíquota de 12% sobre os livros.

Na justificativa, o governo diz que o livro é um produto de elite, e que essas pessoas podem pagar mais caro. No entanto, como mostra a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, a classe C, além de leitora, é também consumidora de livros. Para se ter uma ideia, 27 milhões de brasileiros enquadrados nesse estrato social se declaram leitores.

A ideia do Viradão da Leitura surgiu em uma conversa entre a escritora e idealizadora do Projeto Kombina, Christina Dias, e o escritor e idealizador do Instituto de Leitura Quindim, Volnei Canônica. Já a identidade visual da mobilização e a frase “TODOS os brasileiros querem ler” foram criadas pela premiada ilustradora Mariana Massarani.

Veja o passo a passo de como participar do Viradão da Leitura, mobilização nacional contra a taxação dos livros (você pode baixar os cards abaixo clicando com o botão direito do mouse e salvando no seu computador):

 

 

 

 

 

.

No dia 23 de abril, escolha um horário entre 00h01 e 23h59 e acesse ao vivo sua rede social preferida. Escolhemos o Instagram como rede predominante, mas você pode fazer em qualquer espaço virtual.

Faça uma live com a leitura de um poema, de um trecho de um livro ou de uma história. Use o tempo que quiser.

Ao final, poste a live marcando #viradaodaleitura, #naoataxacaodoslivros e #defendaolivro. Marcar essas hashtags é muito importante para podermos acompanhar a mobilização nacional.

Se você quiser ter a sua leitura divulgada, acesse o link do Viradão (CLIQUE AQUI) e preencha o horário em que estará ao vivo. O preenchimento dessas informações precisa ser feito até o dia 21/04. No dia 22/04 vamos compartilhar a programação.

No dia 23, das 17h às 19h, o Instituto Quindim fará pelo Instagram um bate-papo com autores, editores, mediadores, bibliotecários, promotores de leitura, políticos e pessoas que queiram se manifestar contra a taxação do livro.

Faça o download do PDF com os materiais de divulgação e contribua com essa mobilização nacional. Clique, aqui.

Compartilhe nas redes sociais, nos grupos de WhatsApp, nas escolas, biblioteca, instituições. Vamos mostrar que todos os brasileiros precisam ter acesso aos livros. Vamos dar visibilidade a todos os leitores!

 

Fonte: Instituto de Leitura Qundim

 

Arquivos

Categorias

Meta