Doce

  –  Um poema de Mayara Gomes.
“Ancoradouro”, uma fotografia de Gabriela Gonçalves  –  

_____gabriela goncalves

Ando acompanhada da solidão
Completada pela falta
E transbordada de quereres
Na estrada da desrazão
No caminho para o nada
Mil coisas que se tornam uma, e uma cabeça para mil e uma coisas
Não nego o medo
Mais que aceito a confusão
É do meu coração que falo, aquele que me afrouxa as rédeas
Aquele que sente falta, mas não aguento quando nega
Que me faz refém
Presa
Sequestrada
Uma simples eu
Que sente medo mesmo é de não sentir medo
Que a solidão venha e more comigo,
mas me queira livre como eu a quero,
como eu te quero, como eu me quero.

E como sempre vou querer


Mayara Gomes é Estudante de Ciências Economicas na UNILA.
Gabriela Gonçalves é etudante de Turismo na UNIOESTE.
As duas vivem em Foz do Iguaçu, Pr. O poema e a fotografia foram publicados na Escrita 42

Arquivos

Categorias

Meta