Dores de um parto

Um poema de Fadwa Touqan

O vento sopra o pólen na noite
através de ruínas de campos e casas.
A terra treme com amor
com a dor de dar à luz
mas o conquistador quer que acreditemos
histórias de submissão e entrega.

Oh, árabe aurora!
Diga ao usurpador da nossa terra
que o parto é uma força desconhecida para ele,
a dor do corpo de uma mãe,
que a terra cicatrizada
inaugura a vida
no momento do amanhecer
quando a rosa de sangue
floresce na ferida.

______________________________

Fadwa Touqan nasceu em 1917, em Nablus, e foi uma das figuras mais ilustres da literatura árabe moderna, morreu em dezembro de 2003, no auge da segunda intifada palestina, quando sua cidade natal estava sob cerco israelense. Conhecida como a Poetisa da Palestina, Fadwa tornou-se bem conhecida por suas representações poéticas da resistência palestina contra a ocupação israelense. Touqan publicou oito coleções de poesia, que foram traduzidas para vários idiomas e desfrutam de renome em todo o mundo árabe.

Arquivos

Categorias

Meta