Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Parque das Aves lança sabores exclusivos de sorvetes para o verão utilizando pancs

Produzidos localmente, guloseimas com gosto da Mata Atlântica e plantas alimentícias não convencionais viram febre no atrativo.

Gelado, cremoso e delicioso. Sorvete é bem-vindo o ano todo, mas com as temperaturas mais quentes essa sobremesa gelada fica ainda melhor. A novidade é que essas delícias agora estão disponíveis para os visitantes no Quiosque Tropicana, no meio da trilha do Parque das Aves, em Foz do Iguaçu.

O preço é de apenas 10 reais com o cascão. Entre os diversos tipos e sabores disponíveis para adoçar o dia a dia, os visitantes poderão experimentar novas opções, como o detox de abacaxi e o de tangerina, com propriedades antioxidantes e diuréticas; o cremoso e saudável iogurte com morango zero açúcar; ou que tal o de açafrão, que ajuda a regular o metabolismo; tem ainda o refrescante limão com morango; e o leitinho com ora-pro-nóbis e o de capim-santo, ambos feitos com Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs).

Segundo Sandra Pereira Grego, gerente da loja e do restaurante, as opções se destacam como as grandes tendências do mudo do sorvete para esse verão de 2021. “São alimentos nutritivos que vão muito além da sobremesa. O visitante degusta uma iguaria ao ar livre em meio à Mata Atlântica”, diz.

Valorização dos sabores regionais

Além de oferecer uma sobremesa saborosa, o Parque das Aves deu preferência às frutas regionais e da estação. Outra maneira que o Parque das Aves encontrou para reduzir o impacto no meio ambiente foi escolhendo fornecedores locais e que tenham produções preocupadas com o meio ambiente. Desta forma, quase toda a matéria-prima para os picolés e sorvetes deve ter origem local.

Antes o Parque comprava picolés e sorvetes de uma grande marca, mas agora optou por apenas trabalhar com um fabricante local, a Oficina do Sorvete, que criou em conjunto com o Parque das Aves o sorvete que está sendo oferecido no Quiosque Tropicana, além da linha “Sabores do Iguaçu”, picolés já estabelecidos em Foz do Iguaçu que utilizam ingredientes da região e alguns da Mata Atlântica. Isso faz com que os visitantes tenham a possibilidade de provar sabores tradicionais da região sul do Brasil, como pinhão, butiá e até mesmo erva-mate.

Sandra lembra que o resgate dos gostos brasileiros privilegia nossas frutas, seus aromas e gostos, valoriza nossos territórios e a preservação das florestas. “Como é sabido, o Brasil é o país com a maior biodiversidade do mundo, uma das boas razões pela qual a variedade de cremes tropicais não pode faltar”, afirma.

Fonte: Assessoria

 

Arquivos

Categorias

Meta