Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

“Espacial”, letra de Belchior

Letra e música de Belchior no álbum “Era uma vez um homem e seu tempo”. Ano de 1979

 

Olha para o céu: Tira teu chapéu
Pra quem fez a estrela nova – que nasceu
Traz o teu sorriso novo espacial
Pra quem fez a estrela artificial

Eu sei que agora a vida deixa de ser vã
Pois há mais luz na avenida
E mais um astro na manhã
Quem volta do seu campo, ao sol poente, vem dizer
Que a estrela é diferente e fez o trigo aparecer

Olha para o céu: Tira o teu chapéu
Pra quem fez a estrela nova – que nasceu
Não é pra são jorge, nem pra são joão
Pois não é outra lua e não é balão

Quem mora no oriente não vai se incomodar
Ao ver que no ocidente a estrela quer passar
Não há mais abandono nem reino de ninguém.
Se a terra já tem dono, no céu ainda não tem

Por isso vem; deixa o cansaço, apressa o passo
E vem correndo pro terraço e abre os braços
Para o espaço que houver

Quem não quiser deixar a terra em que vivemos
Pelos astros onde iremos vai ouvir
Ver e contar tantas estrelas
Quantas forem nossas naves, noutros mares mais suaves
A voar, voar, voar.

 

Leia também sobre a “Grande Conjunção”, aqui

Arquivos

Categorias

Meta