Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Evento de hip-hop apresenta uma semana de atividades on-line gratuitas

Programação, a partir desta segunda-feira (23), reúne iguaçuenses e convidados de outras cidades para bate-papos, workshops, rap e urban dance.

O coletivo iguaçuense Banca 16 promoverá atividades on-line gratuitas durante a “Semana do Hip-Hop 045”, que começará nesta segunda-feira, 23, a partir das 18h. A programação diária terá encerramento no próximo domingo, 29.

Serão bate-papos, workshops e intervenções que poderão ser acompanhados nas redes sociais, em @banca16original, e no YouTube, no canal https://www.youtube.com/channel/UCAsKs5KRg7iYDzAvG4tQO5g .

O evento vai comemorar o Dia Mundial da Cultura Hip-Hop, celebrado no último dia 12, como forma de valorizar e difundir a estética cultural das ruas e periferias da fronteira.

Além de integrantes do movimento hip-hop de Foz do Iguaçu, a semana de atividades contará com participantes de outras cidades. Parte da programação prevê atividades ligadas à realização cultural, como produções de beat e clipes, além de técnicas de discotecagem, sampling e trap, entre outros.

Outra parte do evento abordará o protagonismo e os desafios da cultura hip-hop. Esses temas incluem debate sobre a participação das mulheres no rap e a gestão das atividades de quem almeja uma carreira baseada nessa linguagem cultural.

“A cultura hip-hop, essencialmente de rua, foi drasticamente prejudicada durante a pandemia”, frisa Alexandre Bogler, um dos organizadores. “Como o poder público não demonstra interesse em fortalecer essa cena, com ações apropriadas para o momento, resolvemos fazer esse evento colaborativo”, ressalta.

O agente cultural lembra que os principais encontros da cultura hip-hop aconteciam nas praças de Foz do Iguaçu, até a emergência em saúde pública. “Suspendemos temporariamente a Batalha da Pista de Skate, por exemplo. Estamos construindo novas formas de manter o hip-hop em movimento na cidade”, expõe Alexandre.

Programação – início às 18h, diariamente

Segunda, dia 23 | bate-papos:
“Cena beatmaker” | New e Das Neves.
“Minas no rap” | Mina Juh e Nanda MC.
“Disco/Papeando” | João Ritchie e Uhuru Selector.

Terça, dia 24 | bate-papo e workshop
18h – Bate-papo “Gestão inteligente para iniciantes: como iniciar uma carreira” | Stênio MC.
19h – Workshop “Iniciando um beat boom bap do zero”, | Paiva.

Quarta, dia 25 | workshops
18h – “Técnicas de sampling” | Camilo Beats.
19h – “Técnicas do trap e suas vertentes” | Mo5 Grave Crew.
20h – “Dança de rua – urban dande” | BJ Brown

Quinta, dia 26 | workshop
18h – “Produzindo um clipe em três etapas” | Fernando Benega.

Sábado, dia 28 | bate-papo e workshops
Bate-papo “Batalha no Brasa” | Lauro e MC Ká.
Workshop “Break dance” | Harry Big.
Workshop “Discotecagem” | João Ritchie.

Domingo, dia 29, às 10h | Encerramento (*)
Cypher de Break
* Atividade restrita.

(Coletivo Banca 16)

Arquivos

Categorias

Meta