Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Evolução


UNILA tem 14 cursos estrelados no Guia do Estudante de 2018
Abraço na Unila


A UNILA figura pela terceira vez no Guia do Estudante, da Editora Abril. Neste ano, 14 cursos receberam estrelas – um a mais que no ano passado e o dobro dos que figuraram no guia em 2016 (veja quadro abaixo). Os cursos receberam 3 e 4 estrelas, numa escala de 1 a 5.

A avaliação é feita por conceitos: excelente (5 estrelas), muito bom (quatro estrelas), bom (três estrelas). Os estreantes são Arquitetura e Urbanismo e Ciências Biológicas – Ecologia e Biodiversidade. Sete cursos da Universidade receberam selos nos três anos de avaliação.

“A UNILA vem ampliando, a cada ano, a sua participação no Guia do Estudante, que é uma publicação de referência para os que estão buscando uma vaga na universidade. Ao mesmo tempo, temos sete cursos estrelados em três edições consecutivas, o que mostra a consolidação da Universidade num ranking que reconhece a qualidade e relevância dos cursos superiores brasileiros”, comemora o pró-reitor de Graduação, Lucio Flavio Gross Freitas.

Para o coordenador do curso de Ciências Biológicas – Ecologia e Biodiversidade, Pablo Henrique Nunes, receber estrelas é um ganho importante para o curso. “Fiquei bem feliz de o curso ter entrado porque, assim, vai começar a ser mais conhecido no Brasil. Isso vai dar mais visibilidade”, avalia. “Vamos lutar não só para manter, mas para melhorar a classificação. Os alunos do ensino médio usam muito o guia, e o resultado disso vai ser bom”, aposta. “Nosso curso tem ênfase em Ecologia e Biodiversidade, que é um diferencial em relação à maioria dos cursos de Ciências Biológicas do Brasil. O aluno que compra o Guia do Estudante está buscando um bom curso. Está mais decidido, mais consciente do que ele quer. Se veio para a UNILA, é porque viu essa ênfase e pretende seguir aquela carreira”, aponta.

Marcos Vitorino da Silva, coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo, recebeu a notícia com entusiasmo. “Fiquei muito feliz em saber que o curso recebeu quatro estrelas”, diz. “Acho de extrema importância avaliações que testificam a qualidade de um curso”, comenta. Além da visibilidade, ele aponta o fato de a avaliação ser realizada por instituição externa, oferecendo uma diferente compreensão sobre o curso.

Método – Esta é a 27ª edição do Guia do Estudante, que já está nas bancas e, em breve, estará no site da editora. A pesquisa é feita por meio de questionários eletrônicos encaminhados aos professores e coordenadores dos cursos com temas como projeto pedagógico, produção científica, atividades de extensão, infraestrutura e oferta de pós-graduação. Os questionários são encaminhadas para pareceristas – professores universitários em atividade. Cada curso passa por, no mínimo, sete pareceristas.

A avaliação é feita em três pilares básicos: projeto pedagógico, corpo docente e infraestrutura. Todos os cursos avaliados recebem conceitos, mas apenas os que alcançam as notas 3, 4 ou 5 ganham estrelas. Os cursos só podem ganhar ou perder uma estrela a cada ano. Para ser avaliado, o curso deve ter a titulação de bacharelado ou licenciatura, a primeira turma deve ter se formado dois anos antes, ser presencial e com turmas a serem ofertadas no próximo processo seletivo.

Assessoria Unila