Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Festival de Cinema Ambiental online segue até o dia 10 de abril

O 1º Facine – Festival de Cinema Ambiental da Chapada Diamantina – dispõem mais de vinte filmes com temática socioambiental, além de várias lives

O 1º Facine – Festival de Cinema Ambiental da Chapada Diamantina é um festival de cinema totalmente voltado às questões socioambientais que estão em evidência na atualidade. O Facine acontece de 1 a 10 de abrilde 2021 com a exibição de 21 filmes socioambientais brasileiros e baianos e a realização de 8 lives. Vale destacar nas lives a participação do líder indígena Ailton Krenak no dia 07 de abril.

O festival tem o objetivo de promover exibições de filmes com temática socioambiental em ambiente virtual e gratuito, formando público e fomentando o debate sobre as questões socioambientais locais e nacionais.

O Facine é resultado de uma articulação entre 5 cineclubes da Chapada Diamantina. Cada cineclube realizou a curadoria de uma mostra, que leva o nome de sua localidade, como uma forma de identificar de onde vem cada proposta curatorial dentro do ambiente desterritorializado da internet. Assim, o Facine é composto por cinco mostras, cada uma com um recorte temático.

Os 21 filmes estarão disponíveis no site www.facine.art.br
de 1º a 10 de abril. Acesse gratuitamente, aqui.

“Guerreiros da Chapada”

A Mostra Capão tem como tema “A Humanidade e o Meio Ambiente” e reúne filmes que promovem a reflexão sobre a realidade socioambiental a partir de nossa condição individual:
1. Guerreiros da Chapada (Doc, dir. Aragonez Fagundes, 71´, 2018)
2. Quentura (Doc, dir. Mari Corrêa, 36´, 2018)
3. Descarte (Doc, dir. Leonardo Brant, 52´, 2021)
4. Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra (Doc, dir. Jorge Bodansky, 45´, 2019)

 

Cena de “Maré”

A Mostra Lençóis tem como tema “Ecofeminismo e Ativismo no Cinema Ambiental” e propõe uma interlocução entre as questões de gênero e raça e os temas socioambientais através dos seguintes filmes:
1. Diriti de BdèBurè (Doc, dir. Silvana Beline, 19´, 2018)
2. Mãtãnãg, A Encantada (Animação, dir. ShawaraMaxakali e Charles Bicalho, 14´, 2019)
3. Pattaki (Doc performático, dir. Everlane Morais, 20´, 2018)
4. Maré (Fic, dir. Amaranta César, 22´, 2018)
5. Idade da Água (Doc, dir. Orlando Senna, 82´, 2018)

 

“Amargo Rio Doce”

A Mostra Ibicoara tem como tema “O custo oculto do agronegócio e da mineração” e reúne filmes que refletem sobre como essas atividades privatizam os lucros e socializam os prejuízos:
1. Amargo Rio Doce (Doc, dir. Ricardo Sá, 20´, 2019)
2. Brumadinho: Quando o Lucro Vale Mais (Doc, dir. Movimento dos Atingidos por Barragens, 35´, 2019)
3. Terras Brasileiras (Doc, dir. Dulce Queiroz, 55´, 2017)
4. O Diagnóstico (Doc, dir. Beto Novaes, 45´, 2019)

 

Cena de “Cadeia Alimentar”

 

A Mostra Palmeiras traz o tema “Afeto e Pertencimento”, com filmes que debatem como a humanidade compreende, ou deixa de compreender, a si mesma como parte da natureza:
1. Chão (Doc, dir. Camila Freitas, 110´, 2019)
2. Reduto (Doc, dir. Michel Santos, 13´, 2020)
3. Rio de Vozes [foto] (Doc, dir. Andrea Santana e Jean-Pierre Duret, 93´, 2019)
4. Cadeia Alimentar (Fic, dir. Raphael Medeiros, 15´, 2019)

 

 

A animação “Mitos Indígenas em Travessia”

A Mostra Igatu é dedicada ao tema “Infâncias e Natureza”, com filmes que mostram a conexão entre as crianças e o meio ambiente e ensinam sobre sua preservação e o bem viver:
1. Caçadores de Saci (Fic, dir. Sofia Federico, 13´, 2005)
2. O Mistério do Mangue (Fic, dir. Lara Belov, 7´, 2015)
3. Mitos Indígenas em Travessia (Animação, dir. Julia Vellutini e Wesley Rodrigues, 21´, 2019)
4. A Incrível Aventura das Sonhadoras Crianças contra Lixeira Furada e Capitão Sujeira (Fic, dir. Beatriz Ohana, 15´, 2019)

 

Cinema falado

Além das exibições no site, serão realizadas 8 lives, sendo 5 com as diretoras e diretores dos filmes, 2 com movimentos socioambientais da Chapada Diamantina e 1 live de abertura do festival, todas transmitidas ao vivo através do canal do Youtube da TV Uneb, sempre às 19h, de acordo com a seguinte programação:

➢ 18 de março – Live “SOS Chapada Diamantina” com Vanusia Santos, representando o movimento SOS Bocaina e Mocó; Andreza Barreto, representando o movimento Salve as Serras; Victor Gabriel, representando o movimento SOS Bacia do Rio de Contas; e Marjorie Cseko Nolasco, representando o movimento SOS Águas da Chapada Diamantina.
➢ 23 de março – Live “Um Olhar sobre os Movimentos de Resistência da Chapada Diamantina” com Cacique Juvenal Payayá e a revitalização do rio Utinga; Rejane Oliveira e o turismo de base comunitária em Itaetê; Brigada Voluntária do Vale do Capão e o combate a incêndios na Chapada Diamantina; e Danielle Vilar, representando o Instituto Nascente Paraguaçu.
➢ 1º de abril – Live de abertura do Facine com Alan Lobo, diretor do festival, e equipe de curadoria.
➢ 5 de abril – Live da Mostra Capão com Renata Gual, curadora da mostra, e diretores e diretora dos filmes.
➢ 6 de abril – Live da Mostra Lençóis com Renata Semayangue, curadora da mostra, e diretoras e diretor dos filmes.
➢ 7 de abril – Live da Mostra Ibicoara com Andréa Mostaço, curadora da mostra, e diretores e diretora dos filmes, com participação especial de Ailton Krenak.
➢ 8 de abril – Live da Mostra Palmeiras com Larissa Leão e Hugo Leonardo, curadores da mostra, e diretoras e diretores dos filmes.
➢ 9 de abril – Live da Mostra Igatu com Kátia Borges, curadora da mostra, e diretoras dos filmes.
A programação completa será divulgada pelo @facinechapada no Instagram.

O Facine é uma produção da Araçá Cultura e Meio Ambiente e conta com o apoio da Uneb, através da TV Uneb. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Serviço:

O quê: 1º Facine – Festival de Cinema Ambiental da Chapada Diamantina

Quando: 1 a 10 de abril – Onde: www.facine.art.br

Por assessoria

Arquivos

Categorias

Meta