Força popular

  –  Rompendo o cerco: alternativas à onda conservadora em debate  –


O coletivo de lutas sociais ‘Brigadas Populares” promove nesta quinta-feira, 02, às 19 horas, no auditório da Fundação Cultural, o debate “Rompendo o cerco conservador desde a base – Brasil e América Latina em tempos de golpe”. O diálogo sobre a conjuntura social e política no país e no continente é aberto para toda a comunidade e faz parte da programação da assembleia nacional das brigadas, que acontece em Foz do Iguaçu.
Organização política presente em diversos estados brasileiros, as Brigadas Populares encampam mobilizações em torno de temas como ocupações urbanas, movimento comunitário ou de favelas, movimento sindical e a luta contra o machismo, o racismo e a LGBTfobia, entre outras pautas. Enfatizando a resistência popular permanente, as brigadas completaram cinco anos de atividades em setembro de 2016.
Durante o debate público, haverá espaço para a apresentação da seção de Foz do Iguaçu das Brigadas Populares. O objetivo é compartilhar o programa, as práticas e a forma de atuação do movimento. O encontro ainda visa a intercambiar experiências entre militantes e ativistas sociais da região das Três Fronteiras, que ultrapassem os limites impostos pela agenda eleitoral, frente institucional à qual entregou-se parte considerável das chamadas forças de “esquerda”.
Entre os dias 3 e 5 de fevereiro, a cidade de Foz do Iguaçu sedia a V Assembleia Nacional das Brigadas Populares (ANBP). O objetivo principal do encontro é definir a linha política da organização para conjuntura que se abriu a partir da do impeachment de Dilma Roussef. Com a participação de militantes de pelo menos dez estados brasileiros, o encontro terá entre os eixos de discussão o trabalho nos territórios e as estratégias de unidade popular.
SERVIÇO:

Debate
“Rompendo o cerco conservador desde a base – Brasil e América Latina em tempos de golpe”
Data: quinta-feira, 02, às 19 horas
Local: auditório da Fundação Cultural (rua Benjamin Constant, 62, Centro)
Entrada gratuita
_
Guatá/Paulo Bogler

Arquivos

Categorias

Meta