Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Fragmento de “A Cidade”, de Pablo Neruda

 

Cataratas do Iguaçu ao alvorecer, por Áurea Cunha

 


Por isso creio
Cada noite no dia,
e quando tenho sede creio na água,
porque creio no homem.
Creio que vamos subindo
o último degrau.
Dali veremos
a verdade repartida,
A simplicidade implantada na terra,
O pão e o vinho para todos.

(Fragmento de “A cidade”, do livro As uvas e o vento.)

 

Pablo Neruda, poeta e diplomata chileno. Ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1971.
Áurea Cunha, fotojornalista em Foz do Iguaçu, Pr.

 

Arquivos

Categorias

Meta