Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Garapa

  –  Um poema e uma fotografia de Adna Rahmeier  –

O dia é santo
Nessa terra sem fronteiras
Enquanto a cana
Está esmiuçando na esteira
O braço fica forte do trabalho
O espírito se dignifica
Pela rotina
Que resignifica
O pão de cada dia

____________________________________
Adna Rahmeier é poeta, psicóloga e artesã em Foz do Iguaçu, Pr.

Arquivos

Categorias

Meta