Geopatrimônio de Tibagi, no Paraná, é tema de livro de professor da UEPG.

Antonio Liccardo mostra registros de duas décadas de fósseis, diamantes, minerais raros e cavernas: cenários paranaenses. Versão digital gratuita

 

No dia 9 de dezembro, o escritor Antonio Liccardo fez o lançamento virtual do livro “Geopatrimônio: Tibagi – Paraná”. O link está disponibilizado nas redes sociais da Editora Estúdio Texto e no Facebook do projeto.

O livro registra a geodiversidade e o patrimônio cultural da cidade de Tibagi, a 200 km de Curitiba, com análises e fotografias feitas nas últimas duas décadas pelo autor, que é geólogo, fotógrafo e pesquisador do patrimônio geológico e de geoturismo.

Antonio Liccardo traz ao público imagens e textos de uma incrível concentração de belezas naturais com intenso conteúdo geológico, histórico e cultural sobre a cidade de Tibagi. “Fósseis, diamantes, minerais raros e cavernas são testemunhos dessa conjunção de fenômenos, que tornam a cidade um dos mais fascinantes cenários de cultura e de natureza no Paraná”, comenta Liccardo.

Para o autor, a publicação tem como escopo contribuir com a valorização cultural do município, proporcionando o acesso da população a informações geográficas, geológicas, paleontológicas e patrimoniais, além de buscar democratizar o conteúdo geocientífico de Tibagi.

Segundo o jornalista e professor da UTFPR Marcelo Lima, o livro é um trabalho publicado na hora certa. “Escrito numa linguagem científica, mas de fácil leitura, a obra traz informações preciosas sobre a natureza de Tibagi, defendendo a necessidade da criação de mecanismos de proteção à natureza e ao patrimônio do município, pela valorização de parques e por atividades ligadas à educação ambiental e pelo turismo responsável”, afirma.

A diretora da Editora Estúdio Texto, Josiane Blonski, lembra que o livro será lançado em duas versões, a impressa, com vendas pela loja virtual da editora, no Museu Histórico de Tibagi e diretamente com o autor, e o e-book, disponibilizado gratuitamente no site: geocultura.com.br. O projeto foi aprovado pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) do Governo do Estado do Paraná e apoio da Companhia Paranaense de Energia (Copel).

Sobre o autor

Antonio Liccardo é geólogo e fotógrafo, atualmente professor na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Já publicou vários livros com os temas geodiversidade, patrimônio geológico e geoturismo. Seu primeiro contato com Tibagi foi em 1999, quando refez os passos do naturalista Auguste Saint-Hilaire com o jornalista Marcelo Lima para o livro “Nas Trilhas de Saint-Hilaire”. A partir de então trabalhou na região em diversas ocasiões, pesquisando desde a geologia dos diamantes e a história de mineração até estratégias de implantação de geoturismo, junto à Mineropar (antigo Serviço Geológico do Paraná), com a instalação de painéis geoturísticos.

Exerce a atividade de fotógrafo desde 1983, em paralelo aos trabalhos de geologia, registrando paisagens e natureza com a mesma intensidade que aspectos do cotidiano do ser humano. Possui exposições permanentes no Museu de Ciência e Técnica de Ouro Preto (MG) e no Parque Estadual do Guartelá (PR), onde divulga inúmeros registros que já realizou pelo Brasil e por 18 países. Para o autor, Tibagi é o local com maior potencial de desenvolvimento de turismo cultural e científico no Paraná, em função de seu importante geopatrimônio, como mostram as imagens e as pesquisas deste livro.

Contato com o autor:  WhatsApp (42) 8416-9795

Fonte: BdF Paraná

 

 

Arquivos

Categorias

Meta