Gracias a la vida

  –  Guatá leva Violeta Parra ao Encontro Internacional de Letras, na Unioeste  –


De 20 a 22 de setembro, no campus iguaçuense da Unioeste, transcorre o IX Encontro Internacional de Letras e o III Simpósio de Transculturalidade Linguagem e Educação. A Guatá montou uma banca de leitura e exposição para interagir com os participantes.
As novidades da banca de leitura da Guatá ficam por conta da nova edição da Revista Escrita. Ao chegar no número 48, a publicação que reúne expressões verbais e visuais apresenta trabalhos interessantes. Tem convidados que enviaram de longe sua colaboração, como o fotógrafo carioca Moskow e o argentino Danilo Iván, que de Posadas, Missiones nos dá uma pequena mostra de sua poética através de um espanhol mesclado com vocábulos em guarani e até português.
Já a exposição preparada pela Guatá especialmente para o evento é um varal da arte multifacetada da cantora/autora chilena Violeta Parra. Ela faria 100 anos em 2017 e a homenagem vem na forma de posters que misturam letras de música, poemas e reproduções de peças visuais. Violeta se consagrou também com pinturas, bordados e esculturas em papel machê e barro.
O ENCONTRO – O IX Encontro Internacional de Letras (IX EILETRAS) e o III Simpósio Transculturalidade, Linguagem e Educação, com a finalidade de reunir acadêmicos, professores e pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, numa perspectiva interdisciplinar, têm como objetivo fomentar debates, discussões e reflexões em torno do tema Teia de Saberes no Século XXI: linguagens, educação, tecnologias na educação.

______________________________
Guatá/Texto e fotos Áurea Cunha
 

Arquivos

Categorias

Meta