Grupo Pró-Heróis faz campanha em Foz para aquisição de máscaras respiratórias

Fruto de trabalho voluntário iguaçuense, máscaras adquiridas são usadas no tratamento de pacientes internados e podem evitar que muitos deles sejam intubados.

Uma campanha do Grupo Pró-Heróis foi criada para arrecadar fundos com o intuito de adquirir um kit de máscaras respiratórias para pacientes diagnosticados com a covid-19 que estão internados no Hospital Padre Germano Lauck, em Foz do Iguaçu.

Parecidas com as de mergulho, as máscaras respiratórias foram concebidas a partir de uma adaptação feita em impressora 3D por profissionais do Movimento Respirar, de Marechal Cândido Rondon, e hoje têm evitado que muitos pacientes com covid-19 precisem ser intubados.
A meta do Pró-Heróis é adquirir até outubro dez kits de máscaras pelo valor de R$ 11 mil. A contribuição mínima para quem quiser fazer doação é de R$ 25.

Para saber mais e ajudar a campanha, basta acessar: http://vaka.me/1260853

A máscara possui um sistema de ventilação não invasiva, por isso é adequada para o tratamento de quem está internado. Embora algumas unidades já estejam em uso no hospital, é necessário adquirir mais.

Depois que a pandemia acabar, as máscaras ficarão na unidade hospitalar e poderão ser utilizadas para outros tratamentos ligados ao sistema respiratório, explica a coordenadora do Grupo Pró-Heróis, Fernanda Fedrigo, que também é diretora do Instituto Polo Iguassu, em entrevista ao Marco Zero (programa conjunto do Portal H2FOZ e Rádio Clube FM).

Entrevista Marco Zero

Os voluntários do Pró-Heróis estão fazendo diferença na luta contra a covid-19 em Foz do Iguaçu e se tornaram um importante pilar de apoio ao trabalho de médicos, enfermeiros e fisioterapeutas do Hospital Padre Germano Lauck que atuam na linha de frente no combate à doença.

Criado espontaneamente há seis meses, no início da pandemia, a partir de uma demanda do hospital para montar alojamentos aos profissionais que não podiam voltar para casa, o grupo não parou de trabalhar.

Após conseguir doações de frigobares e lençóis para o alojamento, hoje eles se movimentam para comprar as máscaras e manter o Espaço Bem-Estar, que surgiu para acolher os profissionais de saúde do hospital. Lá atuam voluntários que oferecem os mais diversos tipos de terapia, além de estudantes de medicina e outras áreas da saúde. Também foi montada, em convênio com o Centro Universitário UniAmérica, uma clínica de psicologia para atendimento dos profissionais de saúde, considerados os heróis da luta contra a pandemia.

Serviço:
Para saber mais e ajudar a campanha, basta acessar: http://vaka.me/1260853.
Seja um herói você também, ajude nessa batalha! A doação é prática e rápida!
E visando a facilitar a iniciativa, há diversas opções de doação: boleto bancário, cartão de crédito, Paypal e PicPay (o valor mínimo estipulado pela plataforma Vakinha é de R$ 25).

Por Denise Paro – H2FOZ