Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Guias de turismo de Foz já podem se inscrever para cursos de capacitação

Parceria entre Itaipu Binacional e Polo Iguassu vai capacitar 150 profissionais, que receberão bolsa de estudos de R$ 450/mês

Guia trabalhando no Refúgio Biológico Bela Vista, em Itaipu. (Foto: Alexandre Marchetti)

Começam nesta terça-feira (6) as inscrições para a capacitação de guias de turismo de Foz do Iguaçu, iniciativa promovida pela Itaipu Binacional, por meio de convênio com o Instituto Polo Internacional Iguassu. Serão selecionados 150 guias que, além de participar do curso, receberão uma bolsa de estudos no valor de R$ 450 durante três meses, de outubro a dezembro, num total de R$ 1.350 por profissional.

“Essa é uma ajuda que, sem dúvida, vai permitir uma sobrevida financeira a esses profissionais tão importantes para a nossa comunidade”, diz o coronel Aureo Ferreira, assessor especial da diretor-geral brasileiro da Usina, general Joaquim Silva e Luna.

O critério de seleção considerará a ordem de preenchimento da ficha de inscrição. Os interessados também deverão atender aos seguintes requisitos: estar inscrito no Cadastur; ter trabalhado como guia de turismo no ano de 2020, mediante verificação junto ao cadastro da Cataratas S/A ou Complexo Turístico Itaipu; não possuir vínculo empregatício e nem estar recebendo seguro-desemprego.

Também não será permitida a participação de profissionais que estejam recebendo benefício previdenciário ou assistencial, com exceção do Bolsa Família; que estejam recebendo auxílio emergencial previsto na Lei 13.982/20; ou que possuam renda familiar acima de três salários mínimos, ou R$ 3.135,00. O edital completo, com todas as informações, pode ser baixado no link: http://bit.ly/3dcKrAt.

As inscrições devem ser feitas por meio deste link até as 22h de quinta-feira (8).

As aulas começam no dia 20. A capacitação terá duração de três meses, com aulas às terças e quintas-feiras. Cada aula terá duração de duas horas (das 18h30 às 20h30). A bolsa de estudos é vinculada à frequência de pelo menos 75% no curso, com a entrega de duas pesquisas de qualidade ao final da capacitação.

A iniciativa é uma forma de apoiar o setor do turismo, um dos mais atingidos com a pandemia da covid-19, especialmente em uma cidade como Foz do Iguaçu, que tem sua vocação econômica fundamentada na atividade turística. O recurso total repassado pela Itaipu para a ação soma R$ 202,5 mil.

Interessados devem entrar em contato com o Polo Internacional Iguassu(Foto: Kiko Sierich / PTI)

Qualificação

A capacitação vai abordar novas formas de apresentar os atrativos turísticos de Foz e qualificar os guias na questão do atendimento, visando aumentar a satisfação dos visitantes.

Os guias vão aprender a trabalhar com rotas alternativas dentro do Parque Nacional do Iguaçu (PNI): as trilhas San Martin e a Trilha da Bananeira, além de outras já existentes.

Após o período da pandemia, a categoria poderá oferecer aos visitantes este novo circuito, com as novas trilhas.

Dessa forma, o Instituto Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade (ICMBio), entidade que administra o PNI, espera estimular a visitação da população no parque e, consequentemente, a demanda por esse serviço.

O Polo Iguassu foi escolhido para gerir os estudos por se tratar de uma entidade sem fins lucrativos, que atua há 24 anos no apoio às iniciativas, instituições e movimentos orientados para a integração, estruturação e desenvolvimento da Região Trinacional do lguaçu (Brasil, Paraguai e Argentina) e do Mercosul.

Parte da capacitação será feita em parceria com o ICMBio e entidades como o Sebrae e o Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Para mais informações sobre as inscrições, entre em contato com o Polo Internacional Iguassu, pelo telefone (45) 3576-7112.

Assessoria

Arquivos

Categorias

Meta