Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Hoje, 29 de abril, é Dia Internacional da Dança

A data anual foi instituída pelo UNESCO em 1982.
Juliana Zacarias, dançarina e mediadora cultural do projeto DanzÁfrica Mandén – dança para todos, desenvolvido em Olinda, PE. Juliana é formada em Letras, Artes e Mediação Cultural na Unila – Foz do Iguaçu. (foto: arquivo pessoal)

Também conhecido como Dia Mundial da Dança, esta data é destinada a homenagear uma das manifestações artísticas mais animadas e antigas que existem: a dança!

Criado pelo Comitê Internacional de Dança da Unesco, a data propõe aos artistas contemporâneos a reflexão sobre o fazer artístico, a valorização da diversidade e o entrelaçamento de linguagens.

A dança tem o poder de captar e transmitir traços particulares de diferentes culturas através dos tempos. Existem diversos estilos de dança diferentes, cada um com a sua própria personalidade. O Dia da Dança busca a valorização dessas identidades distintas.

Nos tempos atuais, a questão identitária é fator importante para alavancar trabalhos de estímulo à expressão artística através da dança. E isto, reafirma, em última análise, a luta pela igualdade e reconhecimento étnico, racial e de classe social.

O trabalho desenvolvido pelo projeto DanzÁfrica Mandén, em Olinda-PE, é um exemplo disso. Seus monitores se dedicam a pesquisar e repassar conteúdos da Dança da costa oeste do continente africano. É a África e sua ancestralidade no dizer do corpo de quem baila!


Origem do Dia Internacional da Dança

O Dia da Dança foi criado em 1982 pelo Comitê Internacional da Dança (CID) da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

O 29 de abril foi escolhido como Dia Internacional da Dança em homenagem a data de nascimento de Jean-Georges Noverre (1727-1810), um mestre do balé francês.

Noverre foi bailarino e professor de balé, e ficou conhecido por ter escrito uma das obras sobre a dança mais importantes da história, Lettres sur La Danse ou “As Cartas Sobre a Dança”, em português.

Por coincidência, a data está associada a uma personalidade brasileira de importância no balé, Marika Gidali, bailarina co-fundadora do Ballet Stagium em São Paulo, que também nasceu no dia 29 de abril.

Fonte: Calendarr

Arquivos

Categorias

Meta