Latina lente

  –  Ciudad del Este tem a segunda parte da Mostra de Cinema Político, neste sábado (24), com filmes de latino-americanas  –


A “VIII” Mostra de Cinema Político Dirigido por Mulheres”, promovida em Ciudad del Este por um conjunto de instituição, entidades e coletivos voltados à equidade de gêneros, tem a sua segunda parte marcada para este sábado (24). A partir das 18 horas, na reitoria da Universidade Nacional del Este, serão projetados mais dois filmes com posterior debate sobre os temas abordados nas obras. As atividades são abertas ao público em geral, gratuitamente.
“Os Ofendidos” e “Tempo Suspenso” são dois longas dirigidos por mulheres latino-americanas. O primeiro, produzido em El Salvador, trata da guerra civil naquele país. O segundo, mexicano, trata dos crimes de estados cometidos na Argentina. Os dois filmes, sempre com enfoques a partir de um olhar feminino, falam sobre a injustiça, as liberdades política e individual, a memória e o esquecimento em tempos de exceção. Desta vez, o debate contará com a participação de integrantes do Comitê de Gênero da Faculdade de Direito da Universidad Nacional del Este.
A Mostra – O objetivo principal do evento é apoiar e dar visibilidade a produção cinematográfica comprometida socialmente e criada por mulheres. Em Ciudad del Este, PY, a VIII Mostra que é internacional, ficou a cargo de um conjunto de entidades e instituições que reuniu entre outros, o Centro Cultural Juan de Salazar, a Equipe Feminista de Comunicação, a Escola Superior de Belas Artes da Universidade Nacional del Este e o Coletivo Feminista KuñaPoty.
 

 
Sinopse dos filmes programados – 
Os Ofendidos, 85 min., El Salvador, 2016. Direção: Marcela Zamora.
Durante a guerra civil salvadorenha muitos padres e milhares de pessoas foram capturados e torturados pelas estruturas repressoras do Estado. O filme apresenta a história de algumas dessas pessoas.
Veja o trailler, clique aqui.
Tempo Suspenso, 68 minutos, México, 2015. Direção: Natalia Bruschtein
O documentário fala da memória de uma mulher e sua luta incansável contra o esquecimento, em prol da memória histórica e por justiça frente aos casos de crimes promovidos pelo Estado, na Argentina.
Veja o trailler, clique aqui.
______________________________________
Guatá/com Rafaela Bareiro

Arquivos

Categorias

Meta