Letras verão

Livros de Verão são o assunto do primeiro Cândido de 2020

Praticamente ignorado no Brasil, o conceito de “livros de verão” é o assunto de capa da edição 102 do jornal Cândido, publicado pela Biblioteca Pública do Paraná. O jornalista e tradutor Irinêo Baptista Netto explica como o mercado editorial de países com altos índices de leitura investe em títulos planejados para férias, e elabora uma lista com obras recentes para a temporada — nacionais e estrangeiras.

Outro destaque do primeiro Cândido do ano é a transcrição da edição de encerramento da temporada 2019 do projeto Um Escritor na Biblioteca, que trouxe o cronista e biógrafo Humberto Werneck à Biblioteca. Entre outras histórias, o escritor compartilhou passagens sobre sua convivência com nomes importantes da literatura brasileira, como Clarice Lispector, Otto Lara Resende, Fernando Sabino e Murilo Rubião.

A edição ainda traz contos inéditos de Sérgio Sant’Anna e Maria Fernanda Elias Maglio, poemas de Marcelo Montenegro e Ievguêni Ievtuchenko (na tradução de André Rosa), dicas de Amilcar Bettega no espaço De Escritor para Escritor, artigo do jornalista e editor Luiz Rebinski na coluna Pensata, HQ de Bruno Marafigo, fotos de Rodrigo Cunha na seção Cliques em Curitiba e um levantamento de Marilia Kubota sobre a participação feminina à frente de publicações literárias no Brasil.

SERVIÇO – O Cândido tem periodicidade mensal e distribuição gratuita na Biblioteca Pública do Paraná e em diversos pontos de cultura de Curitiba.
O jornal também circula em bibliotecas públicas e escolas de ensino médio do Estado. É enviado pelo correio para professores, jornalistas, escritores e críticos de diversas partes do Brasil.

________________________
AEN