Maciço e resistente

Estudantes do IFPr – campus Foz, apresentaram projeto na Technovação 2019, em Cascavel, de bloco alternativo

Entre os dias 02 e 03 de maio, a equipe do projeto de pesquisa “Artefatos Cimentícios com Materiais Recicláveis”, desenvolvido pelo curso Técnico em Edificações do IFPR – Campus Foz do Iguaçu, participou da “Technovação 2019”, o maior evento de inovação do Oeste do Paraná, realizado no município de Cascavel.

Na ocasião, os alunos bolsistas José da Rosa Silveira Júnior e Débora Emanuelli Romanha, do 3º ano de Edificações, apresentaram o bloco desenvolvido a partir de papel reciclado, garrafa pet, resíduos de construção e, em menor parte, de cimento.

O artefato é resultado de diversos estudos e experimentos realizados desde o segundo semestre de 2017, quando o projeto teve início. Orientados pelo professor Miguel Batista de Oliveira, os alunos conseguiram desenvolver um material resistente, capaz de substituir o tijolo de forma barata e ecológica.

O próximo passo agora é realizar ensaios dentro dos parâmetros da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para atestar a eficiência e o desempenho do bloco como um elemento de vedação, capaz de ser aplicado na construção civil. “Por ele ser um bloco maciço e impermeável, nossa expectativa é que ele seja aprovado quanto à sua eficiência e, dessa forma, seja utilizado em construções sustentáveis”, destaca o professor Miguel.

Conheça mais das atividades do IFPr – Foz

.
Cortes de verbas – O IFPr é uma das instituições atingidas pelo corte proposto pelo Ministério da Educação nas verbas destinadas aos organismos federais de educação. Estima-se em R$ 21 milhões o montante a ser retirado do IFPR.  Veja mais, aqui.

Veja também a reportagem da RPC sobre o corte de verbas no IFPr e na Unila

______________________________
Da página do IFPr, com Guatá / RPC e Sindijor.

Arquivos

Categorias

Meta