[marginal é quem escreve à margem]

  –  Um poema de Paulo Leminski  –

.
Marginal é quem escreve à margem,
deixando branca a página
para que a paisagem passe
e deixe tudo claro à sua passagem.
.
Marginal, escrever na entrelinha,
sem nunca saber direito
quem veio primeiro,
o ovo ou a galinha.

_______________________________
Paulo Leminski, poeta paranaense (1944-1989).
Do livro Distraídos Venceremos

Arquivos

Categorias

Meta