Memórias de um fim de tarde

  –  Um poema de Rebecca Nora  –

Hoje o céu cantava uma poesia em azul e rosa,
Bem, estava mais para uma prosa.
Na favela da Mangueira
A neblina no ar
Hoje não sofriam de calor,
Era o frio que ia incomodar

Noites de Madagascar,
Do ônibus,
Da mangueira,
De qualquer lugar

O sentimento do movimento,
A poesia do momento
É do que quero me alimentar
_____________________________________________________
Rebecca Nora é estudante de Serviço Social na cidade do Rio de Janeiro.
Poema publicado originalmente na revista Escrita 48

Arquivos

Categorias

Meta