Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Músico lança canção inspirada em ações solidárias do MST

Single lançado no Paraná fala da importância da terra, da colheita, dos saberes tradicionais e da cultura popular
Clipe foi gravado no assentamento Contestado, da Lapa (PR) – Divulgação

As ações de solidariedade do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do Paraná inspiraram a composição da canção “Adube”, do artista popular Petrus Cuesta, lançada no fim de fevereiro.

O single mistura MPB e Hip Hop, utiliza instrumentos de sopro, percussão e cordas para falar da importância da terra, da colheita, dos saberes tradicionais e da cultura popular.

Para assistir ao vídeo, clique aqui

“A letra se concretizou mesmo com a relação MST-PR, nas vivências de voluntário da ação Marmitas da Terra, nas colheitas e no manejo da terra, na percepção dessas pessoas com a terra e na solidariedade e partilha. Tudo isso foi fortalecendo a canção”, explica o músico.

Nas composições, Petrus sempre procura trazer uma reflexão da sociedade e sua relação com a natureza e a ancestralidade. “É importante sempre olhar para trás para se identificar no presente, traçar e colocar em ação coisas que serão benéficas para o futuro de todos”, diz.

As gravações do clipe Adube foram feitas no Assentamento Contestado e na Escola Latino Americana de Agroecologia Ana Primavesi (ELAA), localizadas na Lapa (PR), no dia em que o assentamento comemorava 22 anos de luta.

É nessa comunidade que Petrus se soma aos mutirões de plantio de manejo de hortas e agroflorestas comunitárias, cultivados para a continuidade das ações de solidariedade do MST durante a pandemia. A ação reúne famílias assentadas e integrantes do coletivo Marmitas da Terra, formados por militantes de Curitiba e região metropolitana.

O autor

Petrus é amazonense, tem 27 anos, nasceu em Tabatinga, na tríplice fronteira Brasil, Colômbia e Peru, e cresceu com as influências dos ritmos afro-latino-americanos.

Atualmente, Petrus se divide entre os preparativos para o lançamento de seu primeiro álbum e o trabalho de músico-brincante no Grupo Baquetá, do qual participa desde 2016. O Baquetá desenvolve estudos e espetáculos baseando-se na diáspora africana e dos saberes dos povos originários, com foco no público infanto-juvenil.

O artista também é zabumbeiro e cantor do quarteto de forró regional Canção de Fogo. Outras canções que já gravou são “Ave Tropical” e “Teu Ser”, que podem ser ouvidas no YouTube e no Spotfy.

 

Marmitas da Terra

A ação Marmitas da Terra, da qual o artista participa, é uma inciativa do MST em Curitiba que já distribuiu mais de 40 mil marmitas com alimentos vindos da Reforma Agrária e da Agricultura Familiar para pessoas em situação de vulnerabilidade social, em situação de rua e nas comunidades periféricas. Participam do projeto voluntários, militantes de movimentos sociais urbanos, coletivos, sindicatos e campanhas.

Fonte: BdF Paraná /Texto: Rita Hilachuk

Arquivos

Categorias

Meta