Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Nota 10!

Paranaense vence Olimpíada de Língua Portuguesa. Aluna de colégio público da rede estadual ganhou a premiação na categoria Artigo de Opinião.

Cerimônia final do concurso educacional (Foto: ItaúSocial/Bianca Pimenta)

A aluna Fernanda de Souza Fagundes, do 3º ano do Ensino Médio, foi um dos vencedores da Olimpíada de Língua Portuguesa na categoria Artigo de Opinião, com o texto “O pão nosso de cada dia pode estar envenenado”. A estudante e sua professora, Maria Silmara Saqueto Hilgemberg, são da Colégio Estadual de Faxinal dos Marmeleiros, do município de Rebouças.

A professora Flávia Figueiredo de Paula Casa Grande, do Colégio Estadual do Campo José Martí, em Jardim Alegre, também foi premiada na categoria Relato de Prática – Crônica. Voltada exclusivamente aos docentes, reconhece as experiências com a realização das oficinas de texto, descrevendo aprendizagens, descobertas, desafios e reflexões.

A Olimpíada de Língua Portuguesa, promovida pelo Itaú Social e Ministério da Educação (MEC), reconheceu 20 produções de todas as regiões do país, quatro em cada categoria: poema (5º ano do Ensino Fundamental), memórias literárias (6º e 7º anos), crônica (8º e 9º anos), documentário (1º ano do Ensino Médio) e artigo de opinião (3º ano do Ensino Médio).

Com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), a Olimpíada de Língua Portuguesa tem como objetivo apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita. A partir da metodologia do Programa Escrevendo o Futuro, os professores realizam as oficinas de produção de texto com seus alunos.

O concurso se iniciou em fevereiro, com a abertura das inscrições para professores e alunos. Recebeu 171.037 inscrições de todos os estados e teve adesão de 87,5% dos municípios brasileiros – total de 4.876 cidades. A principal novidade foi a inclusão do gênero documentário para alunos do 1º e 2º anos do Ensino Médio. Confira abaixo os números específicos do Paraná.

Em 2019, a Olimpíada passou também a homenagear autores brasileiros, sendo nesta edição a escritora mineira Conceição Evaristo. Houve novidades também entre as premiações, que passaram a incluir imersão pedagógica internacional para os professores e viagem cultural em território brasileiro para os estudantes. As escolas dos alunos vencedores receberão como prêmio acervo para reforço da biblioteca.

O concurso conta com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

Números desta edição – Paraná:
399 municípios participantes;
1.662 escolas inscritas;
2.632 professores inscritos;
4.806 inscrições nas categorias.

____________________________
Texto: Tamer Comunicação

Arquivos

Categorias

Meta