“O escândalo do século”, o lado jornalista de Gabriel García Márquez

Editora brasileira lança livro que reúne 50 textos de García Márquez, publicados em jornais e revistas entre 1950 e 1984

Gabriel García Márquez, uma das figuras mais importantes e influentes da literatura universal e ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1982, deixou bem claro, nos últimos anos de vida, que o jornalismo sempre foi sua maior paixão, a mais duradoura.

Além de romancista, foi contista, ensaísta, crítico cinematográfico, roteirista e, principalmente, um intelectual comprometido com os grandes problemas do nosso tempo – em especial com aqueles que afetavam a Colômbia e a América Hispânica em geral.

O escândalo do século (Record, 350 pp, R$ 59,90 – Trad.: Joel Silveira, Leo Schlafman e Remy Gorga Filho) é a amostra mais representativa da tensão narrativa – entre jornalismo e literatura – que permeou toda a trajetória de Gabo como repórter. É uma viagem de quatro décadas através de 50 textos mostrando como “o melhor ofício do mundo” está no coração da obra do Prêmio Nobel colombiano.

A seleção de textos, feita por Cristóbal Pera, reúne reportagens como as escritas em Roma sobre a morte de uma jovem italiana, até crônicas sobre o tráfico de mulheres de Paris para a América Latina ou apontamentos sobre Fidel Castro ou João Paulo II.

Leia, aqui: “Precisa-se de um escritor”, um dos textos do livro.
Fonte: Pulishnews