Orientação

  –  Um poema e uma fotografia de Alana Carla Hauptt Centine Borges  –

 

De olhos abertos
a frequência se desola,
tudo vira inércia,
gira mundo e seus pés não param.

Fechar os olhos
e poder sentir as moléculas
que vibram intensamente
tudo se multiplica se alinha.

Caminha
mundo paralelo de desordem
onde todos os olhos não se fecham
e assim sonhamos desacordados.

_________________________________
Alana Carla Hauptt Centine Borges é bióloga por natureza
e praticante de escalada esportiva em Foz do Iguaçu, Pr.
Publicado originalmente na revista Escrita 47.

Arquivos

Categorias

Meta