Para ser mestre

  –  Iphan está com inscrições abertas. Serão selecionados 20 bolsistas para o mestrado em Preservação do Patrimônio Cultural  –  

__site-mestrado-iphan
 
Profissionais com graduações em várias áreas de formação podem realizar a inscrição para concorrer a vinte bolsas no curso de Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural, realizado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). As inscrições permanecerão abertas até 03 de março de 2017. As atividades do mestrado estão previstas para iniciar em 1º de agosto do próximo ano.
A formação reúne as práticas de preservação mantidas pelo instituto em várias localidades do país aos conteúdos teóricos e à pesquisa na área. O mestrado tem duração de vinte e quatro meses. O programa oferece a concessão de bolsas de mestrado aos candidatos selecionados, no valor mensal de R$ 1,5 mil, repassado ao aluno ao longo do curso.
O IPHAN ainda oferece aos mestrandos auxílio módulo para despesas com hospedagem, alimentação e transporte para a participação nas aulas na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Também são oferecidos auxílios para pesquisa, para a dissertação e para a banca de final de curso.
De acordo com a descrição do IPHAN, o mestrado aborda a amplitude da preservação do patrimônio cultural, a criticidade e a pesquisa. “Pretende-se que as atividades possibilitem ao aluno compreender a complexidade e a diversidade das práticas da preservação do patrimônio cultural, apropriando-se de conceitos, noções e técnicas que lhes deem autonomia para o exercício de uma reflexão crítica e construção de um objeto de pesquisa que resultará na dissertação de final do curso”, aponta o instituto na descrição do programa.
O Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural do IPHAN surgiu no âmbito do PEP (Programa de Especialização em Patrimônio), implantado em 2004 com vistas à formação interdisciplinar de profissionais graduados em diversas áreas de conhecimento para atuarem no campo da preservação do patrimônio cultural. O PEP contou com a cooperação técnica da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e o acompanhamento da ABC/MRE (Agência Brasileira de Cooperação do Ministério de Relações Exteriores).
Clique para acessar ao edital completo


Guatá (Com informações do IPHAN)

Arquivos

Categorias

Meta