"Rainha Quelé"

Documentário sobre Clementina de Jesus, a rainha do canto negro no Brasil, disponível online gratuitamente

Clementina ao longo da carreira gravou 11 discos

Vencedor de 23 prêmios, o documentário Clementina de Jesus – Rainha Quelé, foi disponibilizado na íntegra.

O filme que recebeu diversos prêmios em importantes festivais do país, foi dirigido por Wertinon Kermes e roteirizado por Miriam Cris Carlos, narra a história de Clementina de Jesus, negra, pobre e empregada doméstica, que passou a cantar aos 60 anos, tendo participações com Pixinguinha, Paulinho da Viola e João Bosco.

No documentário de 56 minutos, a trajetória de Clementina, é lembrada por personalidades como Leci Brandão, Cristina Buarque de Holanda, Paulinho da Viola, Martinho da Vila e Grupo Fundo de Quintal. O documentário foi disponibilizado com o intuito de semear a cultura e a memória, a partir da ideia de que “é um direito do cidadão brasileiro de conhecer a figura e a voz única de Clementina de Jesus.”

Take do documentário “Rainha Quelé”

Clementina ou Quelé, como era chamada pelos amigos, era neta de escravos, nasceu em Valença, no estado do Rio de Janeiro, e mudou-se aos 10 anos para o Rio de Janeiro, onde acompanhou o surgimento da Escola de Samba Portela, que a influenciou para o resto de sua vida.

Tendo trabalhado durante 20 anos como empregada doméstica e durante toda a vida como dona de casa, foi descoberta pelo pesquisador Hermínio Bello de Carvalho, quando começou a sua carreira aos 62, cantando em bares no Rio de Janeiro. Gravou 11 discos e chegou a ser representante do Brasil no Festival de Cannes, em 1966. A cantora faleceu em 1987.

Para assistir ao documentário completo clique aqui.

__________________________
Transcrito da página Produzindo Cultura