Realismo fantástico em Foz

  –  Feira do Livro vai homenagear Gabriel García Marquez  –  

O colombiano Garcia Marquez, Prêmio Nobel de Literatura. (Foto: divulgação)
O colombiano Garcia Marquez, Prêmio Nobel de Literatura. (Foto: divulgação)

Representações da obra de Gabriel García Márquez (1927-2014), escritor colombiano e o maior expoente do realismo mágico, irão compor a arte visual da 12ª edição da Feira Internacional do Livro de Foz do Iguaçu. A escolha do autor homenageado pretende evidenciar a literatura latino americana no município e fazer referência aos países vizinhos Paraguai e Argentina.
O evento de literatura, arte e multicultural que está programado para ocorrer entre os dias 16 a 25 de setembro de 2016, das 9h às 22h, na Praça das Nações (Mitre), visa celebrar a vida do autor, reconhecido mundialmente por obras como “Cem Anos de Solidão” e “O Amor nos Tempos do Cólera”. Márquez também é ganhador de prêmio como o Novela ESSO (1961) e o Nobel de Literatura (1982). A Feira Internacional do Livro é uma realização da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu.
“Não chore porque acabou, sorria porque aconteceu”, uma das memoráveis frases de Gabriel García Márquez inspira a valorização das lembranças e a viver no momento presente. Ainda segundo o escritor, “a vida não é o que se viveu, mas sim o que se lembra, e como se lembra de contar isso”.
O HOMENAGEADO – Gabriel García Márquez nasceu no dia 6 de março de 1927 , em Aracata na Colômbia. Ele é mundialmente reconhecido como um dos mais importantes escritores do século XX e sua obra foi fortemente influenciada pelas histórias contadas pelos seus avós.
Durante sua vida, também atuou como jornalista e foi um ativista das ideias políticas de esquerda. Crítico feroz dos regimes de ditatoriais da América do Sul, era simpático à revolução de Cuba, país onde ajudou a constituir a Escola de Cinema de Havana. Residiu em diversos países da Europa e também nos Estados Unidos para trabalhar como correspondente internacional. Márquez faleceu no dia 17 de abril de 2014 na Cidade do México.
Leia um conto de Garcia Marquez. Clique aqui


 
 
(Assessoria)