Ocupe-se da Unila:

  –  Carta aberta do movimento dos estudantes à comunidade:  –  

Estudantes ocupam Jardim Universitário, em Foz do Iguaçu. (foto: assessoria movimento)
Estudantes ocupam Jardim Universitário, em Foz do Iguaçu. (foto: assessoria movimento)

“Nós, movimento estudantil da UNILA, comunicamos que estão ocupados os prédios da Moradia Estudantil I (29-08-2015), do edifício Almada (16-06-2016) e do Jardim Universitário (18-06-2016). Como estudantes viemos sofrendo uma série de atentados contra a permanência estudantil.

Nossas Reivindicações são:
– Anistia de todos os Estudantes, brasileiros e estrangeiros que participam dos atos de luta

– Garantia dos Auxílios Estudantis para além de outubro (AMEAÇADA DE TÉRMINO)
– Garantia de Auxilio Estudantil para 2017 (JÁ CORTADO)
– Abertura dos editais de reinserção, reabertura do edital de Auxilio Creche
– Rompimento e reformulação dos documentos coercivos para com os estrangeiros
– Abertura de edital para reavaliação socioeconômica para os estrangeiros
– Liberação dos Auxílios para os deferidos da lista de espera
– Exclusão do comunicado oficial de que a Moradia Estudantil I está extinta
– Reativação da Moradia I (Exigimos o reestabelecimento imediato da água e segurança na Moradia I)
– Não à criminalização dos protestos, bem como dos estudantes, TAEs e docentes que estão apoiando as ocupações
– Políticas de permanência para os estudantes de pós-graduação

E que se cumpram os serviços básicos necessários para permanência estudantil!
Visto que esses pontos já afetam todos os alunos da UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO AMERICANA, brasileiros e estrangeiros, pois nos vemos reféns tanto da elite hoteleira quanto da administração da UNILA e, por isso, incertos sobre a situação de permanência, convocamos toda a comunidade para que se somem a luta!

Não deixemos que a universidade se pinte de elite. Que pobres tenham lugar, pois somos um dos pilares do projeto UNILA.

FOZ DO IGUAÇU 18-06-2016
ASSEMBLÉIA GERAL DAS OCUPAÇÕES
(Para nossa segurança tragam documento de identificação ou crachá)
Atualização:21/06/2016, às 16h20:
Conheça argumentos da reitoria da Unila sobre o assunto, clicando aqui.

Entrevista concedida por Josué Sobrinho à Rádio Cultura no dia 20/06.


Texto reproduzido da página Ocupa Unila.