Sesc estreia streaming gratuito com 4 títulos, incluindo clássico de Pasolini

Com curadoria do Cinesesc, canal terá novidades a cada semana

“Mamma Roma’, de Pasolini. Destaque na estreia de Cinema em Casa, do Sesc SP

Com curadoria da equipe do Cinesesc, o Sesc SP lança nesta quinta (4), um canal para exibição de filmes durante a quarentena. O “Cinema em Casa”, que pode ser acessado no link sescsp.org.br/cinemaemcasa, vai trazer quatro filmes a cada semana, todos gratuitos.

Na estreia, nesta semana, destaque para “Mamma Roma”, clássico Pier Paolo Pasolini. No filme lançado em 1962 pelo diretor italiano, Anna Magnani é uma prostituta de meia-idade que faz de tudo para tentar dar um futuro digno ao filho adolescente rebelde.

Na semana, também se poderá ver dois documentários. O primeiro, “O Pacto de Adriana”, de 2017 e dirigido por Lissette Orozco, aborda o período da ditadura do Chile. O outro, brasileiro, é “O Homem da Cabine”, de 2008, registra o solitário cotidiano de projecionistas de cinema. A direção é de Cristiano Burlan.​​

Fechando a programação, uma animação brasileira para ser assistida por toda a família. “Historietas Assombradas – O Filme”, de 2017, inspirado no programa de TV de mesmo nome. A direção é de Victor-Hugo Borges.

Confira a programação completa abaixo.
Acesse aos filmes, aqui.

.

Mamma Roma
Idem, Itália, 1962. DIreção: Pier Paolo Pasolini. Com: Anna Magnani e Ettore Garofolo. 116 min. 14 anos.
Prostituta de meia-idade faz de tudo para poder voltar a viver com o filho, um adolescente rebelde que não quer estudar ou trabalhar. Mas seu passado volta para assombrá-la, tornando seu sonho ainda mais distante. Premiado no Festival de Veneza.
.

O Homem da Cabine
Brasil, 2008. Direção: Cristiano Burlan. 90 min. Livre.
O documentário acompanha a rotina dos projecionistas de cinema, profissional em extinção que sempre se habituou a trabalhar no isolamento.
.​

O Pacto de Adriana
El Pacto de Adriana, Chile/Colômbia, 2017. Direção: Lissette Orozco. 96 min. 12 anos.
A diretora revê seu próprio passado ao resgatar a história de sua tia Adriana, que era seu grande exemplo na infância. No entanto, ela descobre que a tia trabalhava para a polícia secreta do ditador Augusto Pinochet, e decide confrontá-la. Premiado na 41ª Mostra e no Festival de Berlim.
.

Historietas Assombradas – O Filme
Brasil, 2017. Direção: Victor-Hugo Borges. 90 min. Livre.
Nesta animação, um menino de 12 anos que mora com a avó-bruxa descobre que seus pais estão vivos e resolve ir atrás deles. Porém, ele precisa tomar cuidado com um vilão que pretende pegar a energia do garoto para se tornar imortal. Baseado na série de TV homônima.
.

Acesse também, gratuitamente:  Festival Varilux em Casa

Guatá / Fonte: Guia Folha

Arquivos

Categorias

Meta