Teatro em Curitiba

Festival promove encontro entre público e artistas nos palcos e nas ruas. Com mais de 400 atrações, com preços de 70 reais a apresentações gratuitas e pelo sistema “pague o quanto vale” –

“Quando Quebra Queima” é um espetáculo criado por estudantes que viveram o processo de ocupações e manifestações do movimento secundarista. (Foto: Divulgação)

Em mais de 80 espaços, na capital e na região metropolitana, o Festival de Curitiba volta a reunir grandes nomes das artes cênicas brasileiras em uma programação com mais de 400 atrações, levando arte, cultura e diversão para diferentes públicos de todas as idades.

São estreias nacionais, produções internacionais, teatro, música, dança, circo, stand up comedy, performances, oficinas, show de variedades e gastronomia que transformarão Curitiba ao longo de 13 dias, trazendo novas cores e movimentos para a cidade. Entre 26 de março e 07 de abril, a 28.ª edição do Festival de Curitiba fará de teatros, praças e ruas o palco para artistas.

Acesse aqui a programação completa do Festival de Curitiba

Uma das atrações gratuitas que merece olhos atentos é o espetáculo “Quando Quebra Queima”, construído por estudantes de luta que viveram o processo de ocupações e manifestações do movimento secundarista. Fruto da primavera secundarista, 15 corpos insurgentes deslocam para a cena a experiência que tiveram dentro das escolas ocupadas entre 2015/2016, criando uma narrativa coletiva e comum a partir da perspectiva de quem viveu intensamente o dia a dia dentro do movimento. A peça é uma “dança luta” coletiva construída a partir das experiências reais de cada performer. As apresentações acontecem dias 04 e 05 de abril, ás 19h, no TELAB.

Pensando na acessibilidade, “Cidade Fria” também promove uma experiência instigante, O espetáculo, de construção coletiva, é produto final do projeto “cidade fria – um olhar sobre o outro”, que objetivou a construção de uma dramaturgia inédita em libras, a língua brasileira de sinais, e na montagem desse texto enquanto espetáculo do grupo.

Orquestra Mundana Refugi será uma outra atração gratuita do Festival. Os músicos, em sua maioria, são imigrantes e refugiados dos mais diversos países de origem, tocando instrumentos típicos ou não de seus povos. (Foto: Daniel Kersys)

Entenda o Festival

O Festival de Teatro de Curitiba começou em 1992 com 14 espetáculos e a proposta de promover o encontro das artes com o entretenimento. Palco de estreias internacionais e de nomes fortes das artes brasileiras, também é vitrine para quem busca reconhecimento nas artes cênicas, bem como a oportunidade para que os paranaenses desfrutem de produções premiadas no cenário nacional.

Ao longo de seus 27 anos, se consolidou como um dos eventos mais importantes do calendário cultural brasileiro, agregando novas programações, se transformando no Festival de Curitiba. Sob este nome passou a atender novos públicos, tomando o cuidado de manter-se como um canal de formação, atualização e reflexão, com a promoção de debates, palestras e oficinas.

Atualmente o Festival de Curitiba abriga a Mostra 2019 e o Fringe; e os eventos simultâneos: MishMash, Programa Guritiba, Risorama e Gastronomix.

Valores:

Mostra 2019 – De R$ 0 a R$ 70,00 (entrada inteira) + taxa administrativa
Fringe– De R$ 0 a R$ 60,00 (entrada inteira) + taxa administrativa
Risorama – R$ 70,00 (entrada inteira) + taxa administrativa
Mish Mash – R$ 40,00 (entrada inteira) + taxa administrativa
Guritiba – De R$ 0 a R$ 40,00 (entrada inteira) + taxa administrativa
Gastronomix – R$ 12,00 (não consumível) + taxa administrativa

Serviço

Data: De 26/03 a 07/04 de 2019.
Valores: Os ingressos vão de R$ 0,00 até R$ 70,00.
Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br

_______________________________
Brasil de Fato

Arquivos

Categorias

Meta