Tempo

  –  Uma prosa poética de Magda Borges  –

“Urubu”, fotografia de Magda Borges
.
Depois da tempestade ainda persiste a ameaça!
O medo massacra
e espreita sob a imposição dos trovões
e das lanças luminosas.
Que importa,
Se lançadas pelos deuses ou pelos ossos?
A resistência ainda está lá
ainda que representada por um urubu solo,
silencioso…
à espera dos restos mortais
daqueles
que não ousaram a liberdade
de não sucumbir
ao poder do tempo.

___________________________________
Magda Borges é professora de Filosofia em Goiânia, GO

Arquivos

Categorias

Meta