Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Tempo presente, dança e metamorfose

Um poema e uma pintura de Giane Lessa

“Dança e Metamorfose”, acrílico sobre tela, 60 x 40 cm, de Giane Lessa.

(Poema em portunhol – fronteamos)

Errante
Viajero inerte
Pausado no tempo e no espaço
Sem saber y sin saberlo
Si un día será posible volver al futuro
Se o sul, poéticamente imaginado, será posible
Sin embargo e sem poder usufruir do tempo
Somos
A convergência do próprio tempo
De todo el tiempo
A este ponto reunidos, resumidos e reduzidos, somos
Más que nunca, memoria
Más que siempre la llevamos concentrada
Numa latência tensionada até o momento antes de romper a corda
Espera sem anúncio e sem prenúncio
Esperamos
Esse trem descarrilhado
Encerra todo o tempo do mundo
E, apenas, uma fumacinha, humo casi desaparecido
Indica o transbordamento de tantos sonhos vivos
Correndo como rios plenos de vida
Pelas ruas, avenidas, ladeiras
Depois da dança e da metamorfose
Em algum lugar acreditamos que num tempo renovado y nuevo seremos!

Leia mais um poema de Giane Lessa, aqui.

Giane Lessa é poeta, tradutora, escritora, doutora em Memória Social e professora universitária em Foz do Iguaçu, Pr.

Arquivos

Categorias

Meta