"Tons de Novembro"

  –  Espetáculo encerra Oficinas de Músicas patrocinadas pelo Fundo Municipal de Cultura. A direção pedagógica e artística é do músico iguaçuense Noel Silva  –   

 

O projeto “Oficinas de Violão, Bateria, Viola e Guitarra”, desenvolvido pelos  músicos e professores Noel  Silva e Luiz Gustavo Miranda da Silva, promove, neste sábado, 12, o “Tons de Novembro”. Trata-se da audição de encerramento do projeto e que terá como palco o Teatro Barracão, na Praça da Bíblia.
Pelo menos  quarenta dos oitenta inscritos no projeto devem  se apresentar, demonstrando o que aprenderam durante o desenvolvimento das oficinas. O espetáculo será composto por onze  músicas, em diversos estilos que  vão desde sertanejo de raiz, rock, MPB  e instrumentais.
Os estudantes vão tocar e cantar em várias formações diferentes.
 
O Projeto – O projeto “Oficinas de Violão, Bateria, Viola e Guitarra” foi  aprovado no  edital de  seleção projetos de oficinas artísticas e culturais neste ano  e desenvolvido com recursos do Fundo Municipal de Cultura, gerenciado pela Fundação Cultural de Foz do Iguaçu em conjunto com o CMPC- Conselho Municipal de Políticas Culturais.
As aulas, que se estenderam por seis meses, teve 80 inscritos. Além de alunos adultos, o projeto  beneficiou adolescentes e crianças em sua grande maioria.  Para quem não possuía instrumento musical próprio, foram disponibilizados violões e baterias emprestados.
O professor Noel Silva, comenta que uma pequena parcela dos alunos tinha iniciação com os instrumentos. Mas, a maioria deles, teve contato pela primeira vez com a música. Sua avaliação é a de que “pela curta extensão da oficina, o aproveitamento foi muito bom. Coisa que o público vai poder conferir na apresentação de encerramento.
 
As Oficinas – As Oficinas foram realizadas  nas instalações da Fundação Cultural e no Pavilhão da Igreja Nossa Senhora da Anunciação, no Jardim São Paulo.  No Jardim São Paulo, as aulas foram ministradas em duas turmas, às quartas-feiras. Uma matutina e outra vespertina. Já na sede da Fundação Cultural, as aulas ocorreram às quintas, também em dois horários, um matutino e outro, vespertino. Além desses, um horário extra se desenvolveu às sextas, das 13h30 às 15h30.
A maioria dos inscritos no Projeto optaram por aprender a tocar violão e guitarra, depois a bateria e viola.
A adolescente Jessica Vitória Lena, 12 anos, moradora da Vila A de Itaipu  vem participar das aulas na Fundação Cultural, centro da cidade. Ela  avalia que mesmo sendo sua  primeira experiência com o  violão,  está aprendendo bem.  Jessica conta que seu pai queria aprender a tocar o instrumento, mas como ele faleceu, ela quis aprender a arte e homenageá-lo.
 
Meninas e meninos da Bateria
 Nas aulas de bateria a modalidade não é mais exclusividade dos meninos. Entre os estudantes na oficina de Noel, quatro meninas  optaram por aprender a tocar o instrumento de percussão.  Uma delas, Maria Isabel Miranda Wogles , de 8 anos, é chamada carinhosamente por colegas  de “a menininha da bateria”.
Maria Isabel conta que treina em casa com as panelas. Cheia de ritmo, a menininha que ainda tem dentes de leite, leva o projeto de ser baterista tão a sério que já pleiteia ganhar uma bateria de verdade. “Minha mãe está procurando uma bateria barata para comprar”, conta.
A precocidade nas oficinas musicais de Noel Silva, não é exclusividade feminina. Entre os meninos, Jackson Kauâ Bonfante, 7 anos, que frequentou as aulas no Jardim São Paulo chama a atenção pelos seus objetivos. Mesmo com pouca idade, ele já sonha em ter uma banda.
Matheus Antunes Belo, 8 anos,  frequenta as aulas na companhia da mãe, Elizangela Antunes, 30, na Fundação Cultural.
“ Sempre quis incentivar ele na música, para tocar no grupo da igreja e não ir para outros caminhos”, comenta a mãe, que faz aulas de violão no projeto ‘para acompanhar o filho.” Elizangela completa falando da importância da música na infância do filho: “Ele está mais dedicado às tarefas e com mais disciplina”.
 
Uma vida dedicada ao ensino da Música – oel Silva, paulista, 62 anos,  ensina violão e bateria há 35 anos em Foz do Iguaçu. De lá para cá, já contabilizou alguns milhares de pessoas que passaram pelas suas lições de violão e bateria. Numa conta superficial do músico, o número pode passar em muito de cinco mil alunos formados por ele. Atualmente Silva  conta com a parceria do filho, o também músico e professor  Luiz Gustavo Miranda da Silva.
Para ensinar bateria, Noel construiu algumas delas em madeira. O artefato recria as peças de uma bateria de verdade, como ele costuma dizer. “As artesanais servem bem para os alunos aprenderem a parte mecânica do instrumento e treinar a coordenação motora ; a ideia é que mais alunos pudessem aprender ao mesmo tempo, sem fazer muito barulho”, completa o músico.
 
 
Serviço:
Espetáculo “Tons de Novembro”
Onde: Teatro Barracão
Avenida República Argentina, Praça da Bíblia
Data: 12/11/2016 (sábado)
Horário: 19h
Entrada gratuita
Contato: Noel Silva (45)9985-14278


 
Assessoria: Áurea Cunha (texto e fotos)
 
 

Arquivos

Categorias

Meta